TURISMO

Viagem de avião: veja 5 dicas para proteger sua audição

Publicados

em


source
Os aviões possuem os filtros HEPA (High Efficiency Particulate Air), que auxiliam na renovação do ar
Banco de imagens/Pixabay

Fonoaudióloga dá dicas de como preservar sua saúde auditiva nos voos

Mesmo em tempos de pandemia, o verão é um período de muitas viagens de férias. Porém viagens aéreas podem causar muitos incômodos, como a sensação de “ouvido tampado” e zumbido . Para quem usa aparelho auditivo, o desconforto pode ser ainda maior. Mas, seguindo algumas recomendações é possível proteger a sua saúde auditiva durante as viagens de avião.

A fonoaudióloga Marcella Vidal, da Telex Soluções Auditivas, ensina 5 dicas que vão ajudar a proteger a sua audição. Além delas, separamos uma dicas extra sobre  cuidados com o novo coronavírus nas viagens. Confira. 1- Desentupir o ouvido

Durante o voo, os velhos truques de bocejar, engolir saliva e mastigar chiclete ajudam a “desentupir o ouvido”. Uma dica é fazer esses movimentos para que a Trompa de Eustáquio se abra e feche. Dessa forma, é possível manter o equilíbrio da pressão do ar entre os dois lados da membrana do tímpano, aliviando o incômodo e um possível zumbido. 2 – Assento ideal Quem tem problemas de audição deve escolher um assento na lateral do avião oposto à orelha com melhor escuta. Por exemplo, caso ouça melhor com a orelha direita, o ideal é optar por um lugar na janela da fileira esquerda. Dessa forma, será mais fácil ouvir as recomendações e serviços dos comissários de bordo. 3 – Uso de aparelhos auditivos Para quem faz uso de aparelho auditivo, o uso pode ser normal e somente retirá-los caso sinta algum desconforto, incômodo ou dores devido à rápida mudança de altitude, com o avião em geral atingindo entre 10 e 12 mil metros. Com os aparelhos auditivos em uso, será possível compreender as orientações dos comissários de bordo. “Na hora de viajar, outro cuidado importante para quem usa aparelho auditivo é não esquecer de levar o desumidificador e um bom estoque de baterias para seus aparelhos auditivos, a fim de garantir uma audição adequada durante toda a viagem”, aconselha a fonoaudióloga. 4 – Quem tem aparelho auditivo com bluetooth Você pode manter os aparelhos ligados quando passar pela segurança, durante o vôo, a decolagem e a aterrissagem. No entanto, se o aparelho auditivo possuir tecnologia bluetooth, você deverá selecionar o modo avião do mesmo ao embarcar na aeronave. 5 – Longe dos motores Se for possível, escolha assentos no avião que ficam longe dos motores. Por mais que os aviões mais modernos sejam silenciosos, as áreas próximas aos motores ainda são barulhentas. Dica extra: xô Covid! Quanto ao risco de contaminação pelo coronavírus, os aviões, pelo menos, levam uma vantagem em relação a outros tipos de transporte. Eles possuem os poderosos filtros HEPA (High Efficiency Particulate Air), que auxiliam na renovação do ar; e o sistema de refrigeração forçada, que são capazes de inativar o vírus da Covid. Mas é preciso ter atenção ao tocar em poltronas, portas, maçanetas, pias e torneiras, dentro ou fora dos aviões. Tudo pode ser fonte de contágio, caso tenha sido contaminado por outra pessoa. Mantenha cuidado redobrado em relação à higiene também nos aeroportos. Lencinhos umedecidos em álcool são uma boa estratégia para higienizar o que for preciso .

Leia Também:  Restaurante Bbq Company ganha selo do Travellers' Choice 2020
Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TURISMO

Conheça Simon, o gato que viaja pelos EUA ao lado do dono

Publicados

em


source
Yosh e Simon viajam pelo mundo juntos
Reprodução/Facebook

Yosh e Simon viajam pelo mundo juntos

O tutor Yosh treinou o gatinho de estimação Simon desde pequeno para acompanha-lo em viagens. Hoje, eles escalam montanhas juntos, apesar de Simon ser um pouco mais rápido, e vivem muitas  aventuras por todo o mundo. Confira alguns registros publicados por eles e um vídeo que conta a história dos dois.

Aos poucos, o gato foi se apaixonando pelas viagens com o dono. Desde então, eles têm vivido diversas aventuras ao ar livre. Na neve, no campo, nas montanhas, praias, cavernas, minas. O gato inclusive descobriu uma nova paixão: nadar.

Simon sempre com roupas especiais para a ocasião do destino de viagem
Reprodução/Facebook

Simon sempre com roupas especiais para a ocasião do destino de viagem

Muitas vezes, quando precisa atravessar um rio, Yosh pode até ir de barco, mas o gato Simon prefere ir nadando. Outras vezes, eles vão juntos, apreciando a vista do lugar. Há algumas imagens de Simon atravessando águas de barco com o dono e, de repente, pulando na água, para ir nadando mesmo, desmentindo a história de que gatos não gostam de água.

Gatinho Simon descobriu nas viagens que adora nadar
Reprodução/Facebook

Gatinho Simon descobriu nas viagens que adora nadar

Juntos, eles já atravessaram o Colorado, nos Estados Unidos, apenas com um saco de dormir. O plano agora é percorrer todo o país, colecionando memórias e registrando tudo em fotos, que eles publicam nas redes sociais, tanto de um quanto do outro (sim, Simon também tem as próprias redes , com 346 mil seguidores apenas no Instagram).

Yosh e Simon atravessaram o Colorado dormindo em barraca de acampamento
Reprodução/Facebook

Yosh e Simon atravessaram o Colorado dormindo em barraca de acampamento

O lugar favorito de Simon para viajar é em cima do ombro de Yosh, igual a um papagaio. Para Yosh, o gato é muito mais do que um bichinho de estimação. Ele é um filho. “Uma das coisas que amo, ao viajar, é poder compartilhar minhas experiências com o meu melhor amigo”, afirma.

Leia Também:  Enem 2020: confira cinco dicas para garantir um bom desempenho na prova de Redação

Confira um vídeo com mais registros e a história dos dois:

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA