SANTA CATARINA

Maior parque de tecnologia do Estado inicia nova fase de expansão

Publicados

em


.

De olho na retomada econômica e na ampliação do já consolidado mercado de tecnologia e inovação catarinense, o Governo do Estado dá início a uma nova fase de gestão e investimentos ao Sapiens Parque.

Para isso, o Estado realizou aporte de capital no valor de R$ 3 milhões, retomou os investimentos necessários para implantação de infraestrutura no local, alterou o modelo de gestão do empreendimento, reformulou seu estatuto e criou nova lógica orçamentária (mais enxuta e econômica).

O Diretor Presidente do Sapiens, Marcos Sabino, explica que o valor investido permitirá a consolidação de uma série de investimentos da iniciativa privada que irão garantir a solidez e perpetuidade do negócio. “Da mesma forma, pretendemos abrir uma série de benefícios para quem mora próximo ao Parque, para quem trabalha lá e para a economia em geral, a partir da geração de emprego, renda e receita futura de tributos”, destaca.

Com cerca de quatro mil colaboradores atuando no complexo, o parque têm potencial de geração de 30 mil empregos diretos somente em sua primeira fase de implantação. Fundado no início dos anos 2000 e localizado no norte da Ilha de Santa Catarina, o Sapiens é dono de uma área de 430mil m², sendo o maior parque tecnológico de Santa Catarina.

Leia Também:  Governo do Estado aciona empresa Magnamed para entrega de respiradores

Para Enio Parmeggiani, que preside a SCPar, uma das principais acionistas do empreendimento, o Sapiens se converte em um núcleo especial catalizador de boas oportunidades no setor de tecnologia, inovação e na implantação de modelo de cidade inteligente, capaz de atrair diferencial que beneficiará todo o Estado.

“Pela primeira vez na gestão do parque teremos executivos selecionados diretamente pelo acionista majoritário, ou seja, o Governo do Estado. Com a nova estratégia administrativa e os novos investimentos, nosso objetivo é de garantir, no médio prazo, a sustentabilidade financeira do Sapiens”, conclui Parmeggiani.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação – Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
E-mail: [email protected]
Site: www.sc.gov.br

Fonte: Governo SC

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SANTA CATARINA

Retomada da economia: Estado registra aumento na arrecadação de julho

Publicados

em


.


Fotos: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Santa Catarina encerrou o mês de julho com resultados positivos na arrecadação do Estado. De acordo com dados do Sistema de Administração Tributária (SAT), da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), o crescimento foi de 8% em relação ao ano anterior, totalizando R$ 2,3 bilhões. O ICMS, principal tributo estadual, teve aumento de 9%, finalizando o mês com R$ 1,8 bilhão, R$ 200 milhões a mais que o mesmo período em 2019.

“Nosso Estado está reagindo à crise causada pela pandemia. Os indicadores mostram que há mais otimismo da indústria, o comércio está em forte recuperação e registramos um saldo positivo nos empregos formais e na abertura de empresas. Será mais um desafio que o povo catarinense irá vencer”, disse o governador do Estado, Carlos Moisés da Silva.

Segundo o secretário da SEF, Paulo Eli, mesmo com os impactos da pandemia, a arrecadação de julho foi positiva. “Registramos quedas acentuadas em abril e maio, em junho já havíamos observado um leve crescimento na arrecadação. Iremos continuar trabalhando para que todas as áreas recebam os recursos programados, em especial a Saúde”, pontuou Eli.

Leia Também:  Ciclone em SC: Presidente Bolsonaro chega a Santa Catarina para sobrevoar áreas atingidas

Entre os meses de março e junho, o Estado teve impacto negativo de 11,3% ao que era esperado para o período.

Outros indicadores positivos

Em relatório apresentado no fim de julho pelo IBGE, os índices mais recentes do setor de serviços, comércio, indústria e emprego demonstram evolução e crescimento em Santa Catarina acima da média nacional. No segmento de serviço, por exemplo, depois de três meses de queda, o volume de receitas no estado cresceu 6,4% em maio, representando o melhor desempenho do país. No Brasil, houve uma retração de 0,9% no mesmo período. Os dados fazem parte do último relatório apresentado pelo IBGE.

O comércio também teve forte recuperação em maio, de 22,1%, registrando então o maior crescimento da série, embora o setor ainda se encaminhe para atingir o nível pré-crise. Entre os fatores que contribuíram para essa recuperação está o trabalho responsável de retomada das atividades, a adoção de estratégias de e-commerce e tele-entregas, entre outras ações.

Os indicadores de confiança da indústria também apontam para a retomada. Com um índice de confiança do empresário no estado de 51,1 pontos em julho, Santa Catarina, pela primeira vez, desde março, tem números que indicam otimismo, ultrapassando os 50 pontos. Os dados são do Índice de Confiança do Empresário (ICEI), do Observatório Fiesc.

Leia Também:  Sine/SC oferece 110 mil vagas de emprego no estado em um ano

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secretaria da Fazenda
Michelle Nunes
Fone: (48) 3665-2575/ (48) 99929-4998
E-mail: [email protected]
Sarah Goulart
E-mail: [email protected]
Fone: (48) 3665-2504/ (48) 99992-2089
Site: www.sef.sc.gov.br 
facebook.com/fazendasc
https://www.instagram.com/fazendasc

Fonte: Governo SC

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

GOIÁS

SEGURANÇA

BRASIL E MUNDO

MAIS LIDAS DA SEMANA