SANTA CATARINA

Governador Carlos Moisés vistoria obras de recuperação das pontes Colombo Salles e Pedro Ivo Campos

Publicados

em



Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O governador Carlos Moisés e o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, realizaram nesta sexta-feira, 16, uma vistoria nas obras de recuperação das pontes Colombo Machado Salles e Pedro Ivo Campos, que fazem a ligação entre o continente e a Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis. Atualmente, há dois contratos em andamento para restauração estrutural dos equipamentos, que somam um investimento de R$ 35,7 milhões, com recursos próprios.

Um dos contratos refere-se à recuperação estrutural de seis blocos de concreto, sendo três na Pedro Ivo e três na Colombo Salles. Este trabalho, que ocorre de maneira emergencial, já está com 76,3% dos serviços concluídos. A segunda obra teve início em fevereiro de 2019 e inclui serviços de manutenção geral, além de pintura e limpeza geral, com 57,7% já executados.

Na ocasião da visita, o governador Carlos Moisés lembrou que a ordem de serviço para a manutenção das pontes foi uma de suas primeiras ações após assumir o Estado. Ele criticou as gestões anteriores, que não realizaram qualquer tipo de intervenção preventiva nas duas estruturas.

Leia Também:  Obras entre Barra do Bugres e Cáceres são vistoriadas pela Sinfra

“Poderia haver até um fechamento das pontes se nós não fizéssemos a intervenção. Essa obra era necessária, pois estes são os nossos únicos acessos viários à Ilha de Santa Catarina. Nunca houve uma intervenção do Governo do Estado nessas estruturas em toda a sua história. A Secretaria de Infraestrutura tem uma equipe muito qualificada, que está fazendo um ótimo trabalho junto com as empresas parceiras”, afirmou o governador antes da vistoria.

Carlos Moisés e o secretário Vieira utilizaram uma embarcação para vistoriar de perto o trabalho executado pela empresa Teixeira Duarte, que realiza a intervenção emergencial nos blocos de concreto. O governador também ressaltou que está prevista uma recuperação do pavimento das pontes, melhorando o tráfego nas pistas de rolamento nos dois sentidos. O chefe do Executivo falou ainda que o trabalho realizado pela atual gestão vai garantir que os próximos governantes não encontrem as pontes em estado precário .

O secretário da Infraestrutura destacou que o Governo também planeja novas intervenções nas pontes, como a recuperação estrutural dos demais blocos de concreto. Segundo ele, o projeto executivo já está pronto, e a contratação deve ser realizada por meio de uma licitação. “Em um momento oportuno, as execuções para manutenção de forma preventiva e recuperação dos demais blocos serão realizadas”, aponta Vieira.

Leia Também:  Recuperação dos pontos críticos na Serra do Rio do Rastro começa na próxima segunda

A expectativa é que o contrato para a recuperação dos seis blocos seja finalizado até o fim de novembro deste ano. O serviço de manutenção geral, realizado pela empresa Cejen, deve terminar em julho do ano que vem.


Informações adicionais para imprensa:
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação – SECom
E-mail: [email protected] 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 

Fonte: Governo SC

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SANTA CATARINA

Defesa Civil do Estado debate projeto para a construção de nanossatélites em SC

Publicados

em


Uma reunião realizada na sede Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC), nesta quarta-feira, 28, debateu o projeto para a construção de uma constelação de nanossatélites brasileiros, que serão desenvolvidos e construídos com o potencial tecnológico catarinense. Os equipamentos poderão ser utilizados nas áreas de proteção e defesa civil, meio ambiente, meteorologia e agricultura.

A iniciativa reuniu representantes da DCSC, Agência Espacial Brasileira (AEB), Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) Comissão Parlamentar Aeroespacial e Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Durante o encontro, o projeto de nanossatélites recebeu o nome de Constelação Catarina. Ficou definido que o equipamento piloto deve ser lançado em 2021. Para a primeira etapa do projeto, que deve ser realizada até 2024, estão previstas a construção e lançamento de outros 12 satélites.

“São satélites de baixo custo mas que incorporam grande tecnologia”, comentou o diretor de governança da AEB, Cristiano Augusto Trein. Segundo ele, além de trazer benefícios para sociedade com o fornecimento dos mais diferentes dados também vai gerar empregos.

Leia Também:  Defesa Civil entrega novos kits de transposição no Sul e Norte de Santa Catarina

“O Setor Espacial é uma infraestrutura para o país que atende diversos setores econômicos como educação e saúde. Aqui em Santa Catarina temos o desafio dos eventos climáticos e se a Defesa Civil não estiver preparada a população sofre com as consequências e dificuldade de resposta”, disse o presidente da AEB, Carlos Moura. Ele completou explicando que a proposta é melhorar a coleta de informações, desenvolver novas aplicações e transformar o Estado em um novo polo aeroespacial brasileiro.

O chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, Aldo Baptista Neto, reforçou que o projeto vai fornecer produtos fundamentais que vão melhorar e ampliar ainda mais a capacidade de interpretação de dados para a identificação de eventos meteorológicos. “O nosso estado possui uma exposição a desastres naturais e aprendeu com isso. Sabemos que o Brasil evoluiu e em Santa Catarina não foi diferente. Conhecemos nossas vulnerabilidades e investimos para reduzir os prejuízos e garantir a segurança dos cidadãos e turistas.”

Informações adicionais para imprensa:
Flávio Vieira Júnior
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Defesa Civil – DC
Fone: (48) 3664-7009 / 99185-3889 / 99651-5888
E-mail: [email protected]
Site: www.defesacivil.sc.gov.br

Leia Também:  Governador inaugura subestação de energia elétrica da Celesc em Araquari

Fonte: Governo SC

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FAMOSOS

DISTRITO FEDERAL

SEGURANÇA

MAIS LIDAS DA SEMANA