Roraima

Caer adquire 45 mil hidrômetros para reforçar medição e reduzir perdas Destaque

Publicados

em


Para reforçar a medição do consumo de água no Estado e reduzir as perdas da empresa, a Caer (Companhia de Águas e Esgotos de Roraima) adquiriu 45 mil hidrômetros. O primeiro lote com 15 mil equipamentos foi entregue nesta segunda-feira, 4, na sede da companhia.

Os hidrômetros serão instalados em novas ligações de água e utilizados tanto para substituição de equipamentos defeituosos que não tenham mais conserto, bem como os que foram furtados das residências. Conforme o presidente da Caer, James Serrador, o investimento é necessário também devido à vida útil dos equipamentos e à correta medição de água consumida pelos clientes.

Ele explicou que a Caer, assim como outras companhias estaduais, tem um alto índice de perdas que estão diretamente relacionadas à não medição da água, situação constatada pela atual gestão devido à inexistência de hidrômetros em muitas residências. Além disso, na capital, por exemplo, que detém 90% da arrecadação da empresa, muitos equipamentos estão com vida útil ultrapassada, o que prejudica a medição correta.

Leia Também:  MALÁRIA | Diagnóstico precoce é fundamental para o sucesso do tratamento Destaque

“Estes equipamentos serão substituídos de maneira que a Caer vai, efetivamente, medir, faturar e cobrar pelo produto que entrega ao consumidor, reduzindo substancialmente as perdas, o que vai contribuir para a eficiência da empresa”, disse.

Atualmente, a Caer tem na capital 61.558 imóveis cadastrados com hidrômetro e 25.411 sem o equipamento. No interior, são 7.723 ligações com hidrômetro e 12.809 sem o aparelho, somando os imóveis cadastrados nas sedes e vilas dos municípios.

Com vida útil de 5 a 7 anos, o hidrômetro é utilizado pela companhia para averiguar o volume de água consumido ao longo do mês pelo imóvel e, assim, calcular o valor a ser faturado de acordo com os preços praticados pela empresa, que atualmente tem a terceira tarifa de água mais baixa do país, de R$ 23,83.

 

Fonte: Governo RR

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Roraima

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO Destaque

Publicados

em


O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), e do COERR (Centro de Operações Especiais de Saúde Pública de Roraima) torna pública a divulgação do BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO PARA ATUALIZAÇÃO SOBRE O CORONAVÍRUS.

A divulgação da situação epidemiológica com relação à doença faz parte do Plano de Contingenciamento montado pelas autoridades de saúde do Estado. As publicações vão ocorrer diariamente no site da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e no portal roraimacontraocorona.rr.gov.br.

A nova atualização informa o Estado contabiliza até o momento 147.840 notificações para a COVID-19, de acordo com os critérios de definição de caso do Ministério da Saúde.

Destes 69.029 foram confirmados, sendo 14.189 por RT-PCR e 54.840 por teste rápido, 78.811 foram descartados, sendo 15.052 por RT-PCR e 63.759 por teste rápido e 789 óbitos.

Com relação apenas as confirmações para a doença, 839 em Alto Alegre, 592 no Amajari, 51.909 casos foram notificados em Boa Vista, 1.341 em Bonfim, 1.432 no Cantá, 1.393 em Caracaraí, 1.208 em Caroebe, 621 em Iracema, 1.529 em Mucajaí, 412  em Normandia, 1.770 em Pacaraima, 1.964 em Rorainópolis, 908 em São João da Baliza, 280 em São Luiz e 1011   em Uiramutã.

Leia Também:  Reforço na segurança do tratamento de pacientes renais

Já sobre os casos descartados, 1.152 em Alto Alegre, 776 em Amajari, 60.545 notificações ocorreram em Boa Vista, 2.128 em Bonfim, 900 no Cantá, 1.773 em Caracaraí, 1.349 em Caroebe, 837  em Iracema, 1.910 em Mucajaí, 403 em Normandia, 685 em Pacaraima, 2.790 em Rorainópolis, 995 em São João da Baliza, 440 em São Luís e 422 em Uiramutã.

O Estado também contabiliza 789 óbitos por Coronavírus (COVID-19), 18 em Alto Alegre, 16 em Amajarí, 577 no município de Boa Vista, 14 no Bonfim, 16 no Cantá, 17 em Caracaraí, 08 em Caroebe, 07 em Iracema, 18 em Mucajaí, 21 em Normandia, 29 em Pacaraima, 28 em Rorainópolis, 03 em São João da Baliza, 05 São Luiz e 06 em Uiramutã.

Além disso, 66.262 pacientes diagnosticados com a doença receberam alta de isolamento e encontram-se recuperados.

Deste total, 813  em Alto Alegre, 555 em Amajari, 49.690 são de Boa Vista, 1.320 de Bonfim, 1.409 no Cantá, 1.365 em Caracaraí, 1.190 em Caroebe, 600 em Iracema, 1.393 em Mucajaí, 388 em Normandia, 1.753 em Pacaraima, 1.935 em Rorainópolis, 893 em São João da Baliza, 189 de São Luiz e 1000 em Uiramutã.

Leia Também:  Parques estaduais terão reforço de fiscalização no feriado

Por conta do crescimento de casos, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que o mundo vive uma pandemia da doença.

Fonte: Governo RR

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA