Rondônia

Alunos do Centro Abaitará aprendem técnicas de produção de silagem para alimentar gado leiteiro

Publicados

em


Com uma área de cultivo de milho de sete hectares, os alunos aprendem as técnicas de produção de silagem

O Governo de Rondônia, por intermédio do Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional de Rondônia (Idep) tem investido em cursos profissionalizantes com uma megaestrutura, equipamentos e instalações agropecuárias próprias para o ensino teórico e prático dos estudantes que desejam formação nos cursos de Técnico em Agroecologia, Técnico em Agronegócio, Técnico em Aquicultura e Técnico em Agropecuária no Centro Técnico Estadual de Educação Rural Abaitará (Centec), localizado na rodovia 010, Km 32, Setor Abaitará em Pimenta Bueno.

No Centec, os alunos aprendem através do ensino profissionalizante as técnicas de cultivos, alimentação correta e o manejo com os animais durante aulas práticas. Com uma área de cultivo de milho de sete hectares, os estudantes aprendem técnicas de produção de silagem, utilizada na alimentação do gado leiteiro.

Como melhorar a qualidade nutricional desses animais é outro aprendizado e, consequentemente ampliar a produção de leite, levando em consideração que a silagem de milho é uma das melhores nutrição que influencia diretamente na produção de leite e no processo de engorda.

Leia Também:  Centro de Ensino Médio de Taquaralto apresenta um dos seus maiores projetos de forma on-line nesta quarta-feira, 25

“O Centec Abaitará, busca a melhor maneira de aproveitar as áreas disponíveis, produzindo alimentos e produtos a serem utilizados na instituição. Além disso, amplia o viés de ensino para os alunos que serão os futuros profissionais do agronegócio”, finalizou a diretora do Centec Abaitará, Telma Aparecida Pinto.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Rondônia teve redução na criminalidade entre 2019 e 2020; percentual de roubos e furtos de veículos também diminuiu no mesmo período

Publicados

em


Relatório da Sesdec mostra que roubo a pessoas no Estado teve queda de 25,2% entre janeiro e dezembro de 2019, em comparação com o mesmo período de 2020

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Defesa, Segurança e Cidadania (Sesdec), divulgou nesta segunda-feira (4) dados que comprovam a redução no índice de roubos e furtos em 2020, se comparado com o mesmo período de 2019.

Segundo relatório da Sesdec, o roubo a pessoas no Estado teve queda de 25,2% entre janeiro e dezembro de 2019, quando totalizaram 20.115, e em 2020, 15.042, nesse mesmo período, resultando a diferença de 5.182 ocorrências a menos.

Outra redução foi quanto ao número de furtos e roubos de veículos. De acordo com os números computados pela Sesdec, o índice diminuiu de 5.111 para 3.930 (23,1%). No ano passado, a polícia recuperou 2.361 veículos roubados.

A análise comparativa da Sesdec também demonstra queda de 29% no furto de telefones celulares: de 5.119 para 3.632. Outros números constatados entre 2019 e 2020:

Leia Também:  Rondônia compõe espaço para debate de políticas públicas voltadas à juventude em nível nacional

► Furto consumado: caiu de 23.431 para 18.249 (menos 22,2%);
► Roubo a residências: de 1.797 para 1.690 (-6%);
► Roubo consumado : caiu de 23.431 para 18.429 (-22,1%).
► Roubo a estabelecimentos comerciais: de 1.350 para 1.307 (-3,2%);
► Roubo a transporte coletivo: de 36 para 15 (-58,3%);
► Recaptura de foragidos: aumentou de 2.359 para 2.512 (+6,5%);
► Estupro e estupro de vulnerável: caiu de 1.256 para 1.108 (-11,8%);
► Homicídios: de 362 para 380 (+5%);
► Feminicídio: de 7 para 10 (42,9%);
► Lesão corporal (violência doméstica): de 4.029 para 4.309 (+6,9%);

Em agosto de 2020, o Governo Estadual entregou 301 novas viaturas para renovar a frota policial. Assim distribuídas: duzentas e nove para a PM, 64 para Polícia Civil, cinco para Corpo de Bombeiros Militar, 17 para Superintendência de Polícia Tecnico-Científica de Rondônia (Politec), e seis para o uso da Sesdec.

O cão farejador, além de cão-guia, detecta drogas e explosivos

No final do ano, o governador Marcos Rocha comentou os investimentos em segurança pública, incluindo o conforto no transporte dos cães farejadores.

Leia Também:  Governo inicia processo de alfandegamento de passageiros do Aeroporto Internacional, em Porto Velho

“Este ano ordenamos investimentos históricos na segurança: armamento pesado, veículos blindados e viaturas. Entregamos os primeiros veículos da história das corporações policiais adaptados aos nossos cães, e pela primeira vez temos condições de transportá-los adequadamente; agora eles chegarão mais fortes e descansados no combate à criminalidade!”.

“Aquartelados” no canil na Avenida Jatuarana, Bairro Cohab, esses cães valem pelo menos R$ 50 mil, calcula o Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar.
O nariz de um cão farejador tem mais de três milhões de receptores olfativos. Em obediência à legislação própria dessa unidade, ao ser “aposentado”, ele é substituído, terá a garantia de um lar, preferencialmente, de integrantes da corporação militar.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA