RIO GRANDE DO SUL

Secretaria da Agricultura alerta sobre recebimento de sementes não solicitadas do exterior

Publicados

em


.

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) alerta para o recebimento de sementes vindas do exterior sem solicitação do destinatário.

Casos relatados à Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) dão conta de que agricultores estão recebendo pequenos pacotes contendo sementes diversas, não identificadas, como brindes acompanhando compra de outros produtos, ou até mesmo sem ter sido feito qualquer tipo de encomenda.

O Ministério da Agricultura já havia alertado sobre situações similares ocorridas nos Estados Unidos, que estão sob investigação pelo órgão oficial de defesa agropecuária americano.

“A importação de vegetais é regulamentada para evitar que pragas venham a atingir as áreas de produção e o ambiente do Rio Grande do Sul, com grande risco de prejuízos à economia agropecuária e impactos ambientais”, afirma Ricardo Felicetti, chefe da divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Seapdr.

Ainda não há relato de casos desse tipo no Rio Grande do Sul, mas a Secretaria da Agricultura orienta a população – principalmente os agricultores – que, caso recebam pacotes de sementes não encomendados, entreguem o material à inspetoria de defesa agropecuária ou escritório de defesa agropecuária mais próximo do seu município. “O pacote não deve ser aberto ou descartado no lixo, nem o material ou as sementes devem ser cultivados ou descartados no solo sob nenhuma hipótese, a fim de evitar que estas sementes atinjam o ambiente e áreas agrícolas do Estado”, alerta Ricardo Felicetti.

Leia Também:  Secretaria da Saúde do Estado divulga nota técnica da volta das cirurgias eletivas

Outros canais para comunicação de recebimento de sementes não solicitadas do exterior são os telefones da divisão de Defesa Sanitária Vegetal, (51) 3288-6289 e 3288-6294, ou o e-mail [email protected]

Texto: Ascom Seapdr com informações da Cidasc
Edição: Secom

Fonte: Governo RS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

RIO GRANDE DO SUL

Formatura em drive-in entrega 250 certificados para jovens do POD na Cruzeiro

Publicados

em


.

O Centro da Juventude (CJ) Cruzeiro entregou, entre os dias 14, 15 e 16 de setembro, 250 certificados de cursos profissionalizantes para jovens do Programa de Oportunidades e Direitos (POD) que frequentam o local e fazem parte do POD. Mesmo durante a pandemia da Covid-19, o CJ segue funcionando por meio de cursos EAD e atividades presenciais restritas.

Para evitar aglomerações e seguir os protocolos de higiene e prevenção à Covid-19, a formatura foi no formato drive-in. Os jovens foram até o CJ em dias e horários agendados. As limitações, entretanto, não frearam o entusiasmo dos formandos, que utilizam os cursos para abrir portas no mercado de trabalho e iniciar pequenos negócios em seus territórios.

“Todos esses jovens são uma prova de que o POD é um projeto de insistência social. Precisamos resgatar vidas. Não importa quantas, cada vida que salvamos é uma nova oportunidade para o mundo. Esse é o papel que os CJs cumprem muito bem”, afirma o secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Mauro Hauschild.

Leia Também:  Secretaria da Saúde do Estado divulga nota técnica da volta das cirurgias eletivas

Os 250 certificados foram para os seguintes cursos profissionalizantes: barbearia, cabeleireiro, departamento pessoal, embelezamento, fotografia, informática básica, manutenção de computadores, conserto de aparelhos eletrônicos, gastronomia e manicure.

“Estamos descobrindo a força desses jovens. É um momento em que eles poderiam desistir, mas estão aqui, estudaram e seguem lutando. Nossas equipes também estão de parabéns”, afirma Ivonete Pereira, dirigente da Central Única das Favelas no Rio Grande do Sul (Cufa), que faz a gestão do CJ Cruzeiro.

Texto: Mauricio Tonetto/Ascom POD
Edição: Marcelo Flach/Secom

Fonte: Governo RS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

GOIÁS

SEGURANÇA

BRASIL E MUNDO

MAIS LIDAS DA SEMANA