RIO GRANDE DO SUL

Projeto Autor Presente 2020 abre inscrições com foco em municípios com alto índice de violência

Publicados

em


.

As inscrições para o projeto Autor Presente 2020 começam nesta sexta-feira (18/9), às 14h30. A iniciativa é do Instituto Estadual do Livro (IEL), em parceria com a Secretaria da Educação (Seduc), e consiste na realização de encontros entre escritores e alunos das escolas da rede pública estadual. Organizado desde 1972 pelo IEL, instituição da Secretaria da Cultura (Sedac), o Autor Presente caracteriza-se por promover e incentivar a leitura e a literatura gaúcha.

Nos encontros, os autores realizam palestras abordando uma ou mais de suas obras destinadas ao público-alvo definido pela escola. Os alunos leem previamente os livros, conforme o projeto de leitura desenvolvido.

Nesta edição, há novidades. O número de encontros aumentou de 60 para 90, sendo que 30 vagas são reservadas para escolas pertencentes ao Programa RS Seguro, criado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) para buscar a melhoria contínua dos indicadores de criminalidade.

Outra novidade é no formato. Em razão dos protocolos de distanciamento social, os encontros serão virtuais, promovidos por meio da plataforma disponibilizada pela Seduc, e com a aquisição e leitura de livros digitais.

Leia Também:  Produtores começam semeadura da safra de arroz 2020/2021

Inscrições

As inscrições das escolas serão feitas por meio de formulário eletrônico, disponível até 24 de setembro, às 23h59min, no website ielrs.blogspot.com.br. O regulamento está disponível aqui.

Mais informações: [email protected]

Municípios do Programa RS Seguro onde ocorrerão 30 palestras

Alvorada
Bento Gonçalves
Canoas
Cachoeirinha
Capão da Canoa
Cruz Alta
Caxias do Sul
Esteio
Gravataí
Farroupilha
Ijuí
Guaíba
Lajeado
Novo Hamburgo
Passo Fundo
Pelotas
Porto Alegre
Rio Grande
Santa Maria
São Leopoldo
Sapucaia do Sul
Tramandaí
Viamão

Também haverá 60 palestras em escolas estaduais de todas as regiões funcionais do Estado.

Texto: Ascom Sedac
Edição: Secom

Fonte: Governo RS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

RIO GRANDE DO SUL

Novembro Azul alerta para a importância da prevenção ao câncer de próstata

Publicados

em


Para alertar a população masculina sobre a importância da prevenção ao câncer de próstata, o governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (SES), se une ao movimento internacional Novembro Azul, orientando que o diagnóstico precoce é o melhor caminho para a cura.

No Rio Grande do Sul, o câncer de próstata é a maior causa de mortalidade da população masculina, entre todos os tipos de câncer. Conforme o Sistema de Informação sobre Mortalidade-SIM/MS, entre 2014 e 2018, no Estado, a cada 100 mil homens, foram registrados 20,17 óbitos por câncer de próstata, 6,12 por câncer de boca e 0,45 por câncer de pênis.

O coordenador da Política de Saúde do Homem da SES, Carlos Antônio da Silva, enfatiza que o melhor remédio é a prevenção. “Cuidado e autocuidado são fatores de proteção, e a melhor idade para o cuidado é agora”, aconselha.

Silva frisa que os homens devem buscar atendimento nos serviços de saúde não apenas em novembro, mas em todos os meses do ano. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) preconiza que a partir dos 45 anos os homens devem procurar fazer exames preventivos para detecção do câncer de próstata. O Rio Grande do Sul tem mais de 1,7 milhão de homens nesta faixa etária. O diagnóstico precoce e completo desta neoplasia é feito com o teste Antígeno Prostático Específico (PSA), com toque retal e biópsia. O acesso ao atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é a Unidade Básica de Saúde ou a Estratégia de Saúde da Família (ESF).

Leia Também:  Produtores começam semeadura da safra de arroz 2020/2021

O coordenador explica que “um dos fatores que dificultam o tratamento e a cura é o estágio avançado em que a doença é descoberta, considerando que os homens em geral não têm o hábito de realizarem consultas regulares”. A partir do diagnóstico precoce podem ser tomadas as medidas profiláticas capazes de oferecer mais chances de sobrevida aos pacientes ampliando o tempo e a qualidade de vida.

Diversos são os fatores que predispõem ao acometimento dos cânceres em geral, inclusive o de próstata. Histórico familiar, idade, obesidade, sedentarismo, hábito de fumar, hábitos alimentares não saudáveis, características genéticas e exposição a agentes radiológicos e químicos, entre outros.

FATORES PREVENTIVOS

• Praticar atividade física, manter peso corporal adequado, evitar fumo e derivados do tabaco e consumo de bebidas alcoólicas.

• Fazer higienização íntima e observação do órgão genital.

• Usar de preservativo.

• Buscar avaliação médica periódica e avaliação médica específica na primeira percepção de sinais e sintomas suspeitos.

NOVEMBRO AZUL

Criado em 2003, o Novembro Azul foi definido em decorrência do 17 de novembro, Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. Neste ano, o Ministério da Saúde recomenda que o Novembro Azul também seja destinado à conscientização dos riscos ao câncer de pênis, que representa hoje 2,1% de todas as neoplasias masculinas no Brasil, ocorrendo mais casos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Está associado à infecção pelo papilomavírus humano (HPV). O Novembro Azul de 2020 também faz alusão aos riscos do câncer de boca que, segundo os dados do ministério, nos homens é mais comum acima dos 40 anos.

Leia Também:  Secretaria da Agricultura reabre edital de seleção para Fundomate

Texto: Ascom SES
Edição: Secom

Fonte: Governo RS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA