RIO GRANDE DO NORTE

SETHAS e Sebrae discutem modelo de gestão da Casa do Artesão de Caicó

Publicados

em


A Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas) vai receber do escritório do Sebrae em Caicó um modelo de gestão com plano de negócios que apontará a viabilidade econômica da Casa do Artesão, que está em fase final de conclusão das obras.

A Casa do Artesão de Caicó faz parte das ações do Governo do Estado para o fortalecimento do artesanato regional no Seridó por meio do Programa do Artesanato do RN (Proarte) da Sethas. A parceria da Sethas com o Sebrae-RN está construindo o modelo de gestão para a Casa que a integração do artesanato seridoense.

O Governo do Estado, além de restaurar o prédio onde funcionou a Coletoria Geral, que há quinze anos estava abandonado, resgata uma parte da memória arquitetônica de Caicó e dá nova funcionalidade com a Casa do Artesão que vai reunir o artesanato regional, como o bordado e renda de Caicó, Timbaúba dos Batistas, Currais Novos e outras tipologias dos 24 municípios seridoenses. 

A obra de restauração do prédio manteve a fachada original adaptada para acessibilidade. Tem 467m² de área construída com salas de recepção e de administração, auditório com capacidade para até trinta pessoas, seis salas para exposição, cozinha, almoxarifado, dois apartamentos com banheiro, cinco banheiros, além de área aberta com pátio e palco para apresentações culturais e terraço.

A subcoordenadora de Economia Solidária, Lidiane Freire, e o técnico do Proarte, Augusto Maux, se reuniram, terça-feira (17) com o gerente do escritório do Sebrae em Caicó, Pedro Medeiros, e o analista técnico da instituição, José Rangel Araújo.

Em Caicó a equipe da Sethas também visitou com o Sebrae a sede Agência de Desenvolvimento Sustentável do Seridó (ADESE) para prospecção abrir diálogo com objetivo de futuras parcerias com apresentação da ideia do plano de gestão e funcionamento da Casa dentro das diretrizes de participação, autogestão e solidariedade, como também saber das experiências da agência nos projetos e empreendimentos econômicos no Seridó.

Leia Também:  Kleber Bambam é acusado de ser machista por modelo cotada para sua live

“Ficou encaminhado que o Sebrae vai elaborar e apresentar à Sethas um plano de negócios apontando a viabilidade econômica do empreendimento complementando a proposta do plano de gestão participativa e solidária, além da ampliação de parcerias na região”, explicou Lidiane Freire.?O técnico do Proarte, Augusto Maux, explicou que a região do Seridó merece um espaço que concentre a produção artesanal e o prédio.

Segundo o gerente do escritório do Sebrae em Caicó, Pedro Medeiros, há um potencial grande do artesanato regional que não pode ficar restrito ao bordado e à renda na região. Ele disse que a proposta da Sethas tem viabilidade e tudo vai depender, agora, da construção do Plano para definir o modelo de gestão. Para ele, a integração e o fortalecimento do artesanato do Seridó, aproveitando todas as potencialidades de tipologias regionais, são viáveis.

Pedro Medeiros disse que um projeto de gestão regional para o artesanato será de grande importância para contribuir com o desenvolvimento econômico do Seridó.??

Na Adese, a Sethas e o Sebrae ouviram a experiência da agência no fomento à atividade econômica regional. O diretor-executivo da instituição, José Vanderli de Araújo, explicou que o fortalecimento do artesanato é importante para a região que tem na tipologia dos bordados em Caicó, Timbaúba dos Batistas e Currais Novos fortes representantes do artesanato seridoense.?

?A Adese, explicou José Vanderli de Araújo, está aberta e pode contribuir com subsídios para o plano de gestão da Casa do Artesão de Caicó, principalmente, porque trabalha com o cooperativismo e associativismo do artesanato.

Leia Também:  Em audiência, vereadores discutem atendimento a pacientes com epilepsia na rede municipal

De acordo com o Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB) o Rio Grande do Norte tem 9.304 artesãos cadastrados pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), sendo 2.128 do Seridó e 665 de Caicó.

CASA?
A reforma do prédio da antiga Coletoria Geral, um casarão no centro de Caicó onde funcionou o fisco estadual, é uma obra do Governo Cidadão com investimento de R$ 793 mil. No dia 27 de outubro, a governadora Fátima Bezerra visitou o prédio e disse, na ocasião, que a Casa é uma conquista dos artesãos do Seridó.

“Nosso Governo sabe da força que tem o artesanato no Estado e pelo que ele fala da nossa cultura, da nossa história, da alma do nosso povo e o quanto ele agrega do ponto de vista econômico e o quanto agrega como fator de geração de emprego”, disse a governadora na visita à Casa em outubro.

Casa do Artesão de Caicó

Investimento do Governo do Estado: R$ 793 mil

Área construída:467m²

Espaço interno:

sala de recepção
sala de administração
sala de apoio ao auditório
auditório com capacidade para até 30 pessoas
seis salas de exposição
cozinha
almoxarifado
2 apartamentos com banheiro
5 banheiros
Área aberta com pátio e palco para apresentações culturais nos fundos da construção.
Terraço, pátio e área permeável em frente ao palco para ampla circulação de pessoas em eventos culturais.
 

Fonte: Governo RN

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

RIO GRANDE DO NORTE

Sesap divulga resultado preliminar da Etapa III da seleção de bolsas de pesquisa

Publicados

em


A Secretaria de Estado Saúde Pública do Rio Grande do Norte (SESAP) e a Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte (FAPERN) divulgaram, nesta segunda-feira (23) o Resultado preliminar da Etapa III do Processo Seletivo Simplificado, para preenchimento de vagas relativas a bolsas de Pesquisa e Inovação. Os recursos poderão ser interpostos até as 23h59 do dia 24/11/2020, somente por meio do seguinte endereço eletrônico: https://selecao.saude.rn.gov.br.

Após serem seguidas todas as etapas do processo seletivo, a divulgação do resultado está prevista para 9 de dezembro e as convocações acontecem a partir de 10 de dezembro.

A seleção é uma parceria da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do RN (Fapern), com o objetivo de potencializar o processo de modernização da gestão pública no âmbito da saúde.

Os quatro eixos de pesquisa são: Inovação Tecnológica para Modernização dos Sistemas de Informação; Inovação para Promoção da Saúde: Programa RN + Saudável; Modernização Administrativa para melhorar a eficácia da Vigilância em Saúde e Inovação na gestão da Vigilância em Saúde na Região.  As análises dos recursos poderão ser visualizadas no seguinte endereço eletrônico: https://selecao.saude.rn.gov.br.

Leia Também:  Mais 813 profissionais de Saúde são convocados para reforçar combate à pandemia
Fonte: Governo RN

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA