RIO DE JANEIRO

Secretaria de Estado de Educação estabelece 22 de dezembro como fim do ano letivo de 2020

Publicados

em


Secretaria de Estado de Educação estabelece 22 de dezembro como fim do ano letivo de 2020

14 de outubro de 2020

 

Foi publicada, no Diário Oficial desta quarta-feira (14/10), a terceira resolução da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), que organiza e reestrutura o atual ano letivo em todas as modalidades do Ensino Fundamental e Médio da rede estadual. Diferente dos outros anos, 2020 não será dividido por bimestres, mas um bloco único, o chamado “Ciclo de Aprendizagem”, que teve início em fevereiro e terminará no dia 22 de dezembro. Em caráter excepcional, os alunos que participarem do processo avaliativo não deverão ser reprovados, independentemente do valor de suas notas. 
 
 
A resolução também estabelece que as unidades escolares deverão monitorar a participação dos alunos no ensino remoto e ou presencial, com atenção redobrada aos estudantes em situação de potencial abandono. É o caso dos jovens que não frequentaram o início do ano letivo presencial, não tiveram acesso ao ensino remoto e não retornaram às atividades presenciais. Até 22 de dezembro, último dia do ano letivo, as escolas estarão focadas em restabelecer o vínculo com esses estudantes. 
 
 
– Estaremos trabalhando com a política do “nenhum aluno a menos”, em um esforço, sem precedentes, contra a evasão escolar. As unidades escolares mobilizarão todos os recursos disponíveis na comunidade, no que estamos chamando de “busca ativa” daqueles alunos que não apresentaram vínculo com a escola na maior parte do ano. O esforço também estará na articulação com os equipamentos públicos que compõem a rede de proteção social para resgatá-los neste ano e no próximo – afirmou o secretário de Educação, Comte Bittencourt. 
 
 
Se mesmo após todas as tentativas não for possível acessar o aluno, a Seeduc irá oferecer a possibilidade para que esse jovem permaneça, em 2021, na mesma série/fase/ano/módulo que esteve matriculado em 2020, sem prejuízo quanto à sua ligação com a escola. 
 
 
A previsão da Secretaria de Educação é colocar em prática, no ano que vem, o chamado “Continuum Escolar”, aprovado pelo Conselho Nacional de Educação, que prevê atividades extras, incluindo remotas, dobrando o conteúdo para dar conta do que foi perdido durante a pandemia de Covid-19. Além disso, a Seeduc também está preparando uma opção de reforço aos alunos de terminalidade do Ensino Médio Regular ou do IV Módulo da Educação de Jovens e adultos. 
 
 
Ciclo de Aprendizagem 
 
 
Em vez das tradicionais avaliações bimestrais, a resolução estabelece um bloco único do chamado “Ciclo de Aprendizagem”, onde os alunos serão avaliados com apenas uma nota (de zero a 10), por matéria, considerando todas as atividades realizadas ao longo do ano letivo, sejam aulas presenciais, no Google Classroom, videoaulas, ou por meio das apostilas.  
 
 
O ano letivo, que acabará no dia 22 de dezembro, totalizará 188 dias de efetivo trabalho escolar, com o mínimo de 800 horas, para o Ensino Regular, e 153 dias de efetivo trabalho escolar, com o mínimo de 400 horas para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).  
 
 
– Os professores terão autonomia para avaliar seus alunos, levando em consideração tudo o que o jovem estudou e teve acesso em 2020. Mas, em um ano atípico como esse, não há possibilidade de reprovação. Em 2021, com o retorno total das aulas presenciais, será feito um diagnóstico com cada aluno, para que seja possível estabelecer um itinerário pedagógico e corrigir o déficit nas disciplinas principais – afirma Comte. 
 
 
Ensinos remoto e presencial 
 
 
Ainda segundo a resolução, os alunos do Ensino Fundamental, das 1ª e 2ª séries do Ensino Médio, das I, II e III Fases da EJA e dos I, II e III Módulos da EJA poderão optar pelo ensino remoto proposto pelos professores e pelas unidades escolares durante a pandemia ou pelo ensino remoto que será ofertado via Termo de Cooperação Técnica com o CEDERJ, ligado à Secretaria de Ciência e Tecnologia, com material impresso autoinstrucional.  
 
 
Já os alunos da 3ª série do Ensino Médio Regular ou do IV Módulo da Educação de Jovens e adultos poderão optar pelo ensino remoto (virtual ou impresso autoinstrucional) ou pelo ensino presencial, que começa no dia 19 de outubro. 
 
 
O calendário escolar referente à Educação Indígena e do CEJA será publicado posteriormente, de acordo com as especificidades desses públicos. Em relação às regras de atendimento dos alunos da Modalidade de Jovens e Adultos no Sistema Prisional, essas serão definidas junto à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP).
 

 

Leia Também:  Boletim Coronavírus (11/07): 11.406 óbitos e 129.675 casos confirmados no RJ
Fonte: Governo RJ

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

RIO DE JANEIRO

Boletim Coronavírus (28/11): 22.539 óbitos e 352.760 casos confirmados no RJ

Publicados

em


Boletim Coronavírus (28/11): 22.539 óbitos e 352.760 casos confirmados no RJ

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informa que registra, até este sábado (28/11), 352.760 casos confirmados e 22.539 óbitos por coronavírus (Covid-19) no estado. Há ainda 355 óbitos em investigação e 2.302 foram descartados. Entre os casos confirmados, 322.135 pacientes se recuperaram da doença.
 
Os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira:

Rio de Janeiro – 137.193
Niterói – 18.141
São Gonçalo – 16.068
Duque de Caxias – 11.770
Belford Roxo – 11.458
Macaé – 10.952
Teresópolis – 9.640
Campos dos Goytacazes – 9.587
Volta Redonda – 8.616
Nova Iguaçu – 8.555
Angra dos Reis – 6.914
Itaboraí – 5.140
Magé – 5.075
Nova Friburgo – 4.598
Barra Mansa – 4.361
São João de Meriti – 4.337
Maricá – 4.219
Três Rios – 3.830
Resende – 3.572
Itaperuna – 3.541
Cabo Frio – 3.465
Petrópolis – 3.293
Itaguaí – 2.961
Queimados – 2.821
Rio das Ostras – 2.644
Guapimirim – 2.421
Rio Bonito – 2.359
Araruama – 1.966
Mesquita – 1.948
Nilópolis – 1.763
São João da Barra – 1.563
São Pedro da Aldeia – 1.498
Barra do Piraí – 1.441
Mangaratiba – 1.368
Casimiro de Abreu – 1.358
Santo Antônio de Pádua – 1.349
Saquarema – 1.348
Paraíba do Sul – 1.313
Iguaba Grande – 1.076
Tanguá – 1.070
Vassouras – 1.034
Paraty – 1.032
Piraí – 1.008
Seropédica – 1.004
Paracambi – 978
Varre-Sai – 966
Conceição de Macabu – 952
Bom Jesus do Itabapoana – 938
Porciúncula – 921
Valença – 861
Cachoeiras de Macacu – 817
Sapucaia – 780
Natividade – 716
São Francisco de Itabapoana – 697
Quissamã – 674
Pinheiral – 666
Japeri – 635
Armação dos Búzios – 630
Miracema – 611
São José do Vale do Rio Preto – 573
Carapebus – 562
Itaocara – 537
Porto Real – 533
Cantagalo – 518
Cardoso Moreira – 497
Cordeiro – 492
Itatiaia – 466
Silva Jardim – 396
Rio Claro – 392
Italva – 366
Laje do Muriaé – 365
Miguel Pereira – 358
Mendes – 340
Carmo – 309
São Fidélis – 303
Areal – 296
Engenheiro Paulo de Frontin – 294
Arraial do Cabo – 269
Sumidouro – 261
Paty do Alferes – 254
Cambuci – 248
Bom Jardim – 238
Aperibé – 216
Quatis – 201
Comendador Levy Gasparian – 173
São José de Ubá – 162
Santa Maria Madalena – 161
Macuco – 150
São Sebastião do Alto – 111
Trajano de Moraes – 95
Duas Barras – 83
Rio das Flores – 29

Leia Também:  Boletim Coronavírus (30/08): 16.027 óbitos e 223.302 casos confirmados no RJ

As 22.539 vítimas de Covid-19 no estado foram registradas nos seguintes municípios:

Rio de Janeiro – 13.261
São Gonçalo – 859
Duque de Caxias – 839
Nova Iguaçu – 748
Niterói – 592
São João de Meriti – 529
Campos dos Goytacazes – 467
Belford Roxo – 348
Petrópolis – 292
Magé – 270
Volta Redonda – 257
Itaboraí – 251
Nilópolis – 231
Angra dos Reis – 221
Teresópolis – 208
Mesquita – 202
Barra Mansa – 189
Macaé – 189
Cabo Frio – 186
Nova Friburgo – 167
Maricá – 153
Itaguaí – 148
Resende – 136
Rio das Ostras – 97
Saquarema – 92
Itaperuna – 88
Araruama – 81
Queimados – 81
Guapimirim – 78
Seropédica – 76
Três Rios – 75
Barra do Piraí – 69
Rio Bonito – 69
São Pedro da Aldeia – 63
Tanguá – 46
Mangaratiba – 45
Japeri – 43
Cachoeiras de Macacu – 40
Iguaba Grande – 39
Paracambi – 39
Casimiro de Abreu – 34
Paraty – 34
Itaocara – 33
Porciúncula – 33
São Fidélis – 32
Sapucaia – 32
Vassouras – 28
Paraíba do Sul – 25
Valença – 25
Santo Antônio de Pádua – 24
Bom Jesus do Itabapoana – 23
Quissamã – 23
São Francisco de Itabapoana – 23
São José do Vale do Rio Preto – 19
Armação dos Búzios – 18
Pinheiral – 18
Porto Real – 18
Rio Claro – 17
Miguel Pereira – 16
Conceição de Macabu – 15
Piraí – 15
Sumidouro – 14
Itatiaia – 13
Italva – 12
São João da Barra – 12
Areal – 9
Silva Jardim – 9
Aperibé – 7
Cambuci – 7
Arraial do Cabo – 6
Natividade – 6
Paty do Alferes – 6
Bom Jardim – 5
Miracema – 5
Santa Maria Madalena – 5
São Sebastião do Alto – 5
Carapebus – 4
Cardoso Moreira – 4
Carmo – 4
Comendador Levy Gasparian – 4
Engenheiro Paulo de Frontin – 4
Rio das Flores – 4
São José de Ubá – 4
Cantagalo – 3
Duas Barras – 3
Macuco – 3
Mendes – 3
Quatis – 3
Cordeiro – 2
Laje do Muriaé – 2
Varre-Sai – 2
 
Para mais informações, acesse o painel de monitoramento de casos no estado do Rio de Janeiro em painel.saude.rj.gov.br.
 
 

Leia Também:  Proposta de Eduardo Prado estabelece transparência de contratos emergenciais
Fonte: Governo RJ

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FAMOSOS

DISTRITO FEDERAL

SEGURANÇA

MAIS LIDAS DA SEMANA