RIO DE JANEIRO

Governo começa a distribuir seringas para vacinação contra Covid-19 neste sábado

Publicados

em


Governo começa a distribuir seringas para vacinação contra Covid-19 neste sábado

14 de janeiro de 2021
 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) dará início, neste sábado (16/01), à distribuição do primeiro lote de seringas para a campanha de vacinação contra Covid-19. Ao todo, nesta primeira fase, serão enviadas 5,5 milhões de seringas descartáveis de 3 ml com agulha aos 92 municípios do Estado. Os lotes serão entregues aos municípios pela Coordenação Geral de Armazenagem (CGA) de forma escalonada até o dia 22 de janeiro.

Nesta quarta-feira (13/01), a Subsecretaria de Vigilância em Saúde encaminhou aos secretários municipais de Saúde um ofício recomendando que as seringas sejam de uso exclusivo da campanha de vacinação contra Covid-19. O material corresponde ao mesmo número de doses que serão necessárias para imunizar a população que se encaixa nas quatro fases iniciais da vacinação.

Fases da vacina

A primeira fase prioriza os trabalhadores da saúde, a população idosa a partir de 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena;

Leia Também:  Mais de 50% dos pacientes internados com Covid-19 no HGV são homens

A segunda fase inclui pessoas de 60 a 74 anos; 

A terceira fase prevê a vacinação de pessoas com comorbidades e, por isso, maior risco de agravamento da doença (como portadores de doenças renais crônicas e cardiovasculares); 

A quarta fase abrangerá professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.

População

As quatro fases juntas contabilizam 5.454.912 habitantes. Na primeira fase, serão cerca de 811.235 idosos acima de 75 anos; 545.197 trabalhadores da saúde; 339 indígenas; e 10.892 mil idosos em instituições de longa permanência (1.367.663 pessoas, ao todo). Na segunda fase, teremos cerca de 2.181.861 de idosos na faixa de 60 a 74 anos. Na terceira, cerca de 1.666.259 de pessoas com comorbidades. Na quarta fase, 97.225 professores; 92.205 profissionais das forças de segurança pública e salvamento; 991 funcionários do sistema prisional e 48.708 privados de liberdade.

 
Fonte: Governo RJ

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

RIO DE JANEIRO

1º Encontro dos Gestores Públicos do Turismo acontece em Niterói

Publicados

em


1º Encontro dos Gestores Públicos do Turismo acontece em Niterói

1 de março de 2021

Com o objetivo de promover um amplo debate sobre o turismo no Rio de Janeiro, a Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ) realizou, hoje (1/03), o 1º Encontro dos Gestores Públicos do Turismo Fluminense. O evento, realizado das 14h às 18h, na Sala Nelson Pereira dos Santos, em Niterói, foi aberto pelo secretário de Estado de Turismo, Gustavo Tutuca, e pelo prefeito de Niterói, Axel Grael.

Para o secretário, o encontro foi fundamental para a união de esforços de todos os gestores neste momento em que o setor, seriamente abalado pela pandemia, se empenha pela retomada.

– Estamos trabalhando em ações e projetos que fortaleçam o fluxo turístico para o Estado. Durante o evento, entregamos a todos os representantes do interior, o “Guia do Turismo RJ”, um manual, produzido pelos técnicos da Setur/TurisRio, com informações que, em muito, vão contribuir para o planejamento e estruturação de ações e projetos que visem o desenvolvimento da atividade turística.

Leia Também:  Uerj, UFRJ e UFBA promovem Pré-conferência Universitária de Cultura

Segundo Tutuca, na publicação há orientações, dados, sugestões e explicações, que serão importantes ferramentas capazes de direcionar o trabalho a ser executado por cada um dos gestores das cidades fluminenses.

– A meta é fazer com que as cidades das doze regiões turísticas estejam na mente dos viajantes no momento da escolha do próximo destino – diz o secretário.

O presidente da TurisRio, Sérgio Ricardo de Almeida, lembra ainda que, durante o encontro,  os participantes assistiram à apresentação do Plano Estratégico da Setur-RJ/TurisRio para os próximos dois anos.

– É essencial que as ações estejam alinhadas, a troca de informações se fortaleça e a união predomine entre os municípios. Sabemos da importância do turismo como gerador de renda e temos certeza de que a atividade pode se tornar um dos pilares da economia da maioria dessas localidades.

Entre os pontos destacados no dossiê de planejamento estão o investimento em turismo de proximidade, com ações de divulgação do Estado em São Paulo, Minas Gerais e Brasília e a realização de Fóruns Regionais, com transferência do Gabinete para as doze regiões turísticas do Estado, que tem como finalidade aproximar a esfera estadual, municipal e a iniciativa privada das cidades do interior com um só objetivo: o desenvolvimento do turismo.

Leia Também:  Estado do Rio de Janeiro passa a integrar mapa do Monitor de Secas

Os participantes assistiram também a uma série de palestras com temas direcionados a questões fundamentais para o incremento do turismo. Entre elas, destaque para “Estratégias para a captação de recursos por emendas parlamentares federais”, apresentada por Edmilson Suassuna, Subsecretário de Projetos, Convênios e Captação de Recursos Federais da SERGB/RJ e “Programa de Capacitação para Excelência em Gestão do Turismo Fluminense”, exposta por Karen Dutra, Diretora Geral da ECT/TCE-RJ.

O 1º Encontro dos Gestores Públicos do Turismo Fluminense foi encerrado com uma apresentação sintética das demandas dos municípios, recebidas pela Setur-RJ. Na ocasião, os dirigentes municipais do turismo fluminense puderam falar sobre as principais dificuldades enfrentadas e acertar parcerias entre os demais envolvidos.

Fonte: Governo RJ

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA