POLÍTICA GO

Prado propõe auxílio especial para dependentes do pessoal da saúde que perder a vida no combate à covid-19

Publicados

em


O deputado Delegado Eduardo Prado (DC) propõe, por meio do projeto de lei nº 3663/20, auxílio especial, pago pelo Estado, aos dependentes dos profissionais da área da saúde ou de atividades auxiliares essenciais ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (covid-19) em Goiás.

Prado lembra que, no Brasil, a curva de contaminação ainda está em ascensão, e o sucesso das ações de prevenção e combate à pandemia depende também da proteção desses profissionais.

“Importante destacar que esses profissionais estão na linha de frente do combate à pandemia do novo coronavírus (covid-19), e inevitavelmente estão expostos a maior risco de contágio, inclusive com grande número de casos já registrados”, frisa o parlamentar.

Segundo o deputado, os riscos se agravam, visto que o Poder Público não tem sido capaz de oferecer equipamentos de proteção individual em quantidade adequada para todos os trabalhadores da saúde e de atividades auxiliares.

O parlamentar afirma que sua proposição garante o pagamento mensal do auxílio especial aos dependentes dos trabalhadores que, no cumprimento dos seus deveres, perderem a vida em consequência da covid-19.

Leia Também:  Eduardo Prado propõe "Agosto Dourado" para incentivar o aleitamento materno

Prado conclui sua justificativa enfatizando a “extrema relevância da medida proposta” e pedindo o apoio de seus colegas deputados para sua aprovação.

O projeto está em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CC) da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), onde tem como relator o deputado Helio de Sousa (PSDB).

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA GO

Matéria que autoriza crédito extraordinário para vacinas contra covid-19 é aprovada em 2ª votação

Publicados

em


Os deputados aprovaram, em segunda votação, o projeto de lei nº 4008/21, de autoria da Governadoria, que abre aberto crédito extraordinário em favor do Fundo Estadual de Saúde (FES), no valor de R$ 60 milhões, com a finalidade de suportar despesas referentes à aquisição de vacinas contra a covid-19. O placar da votação foi 32 votos a 0. 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ampliação de fundos rotativos da PM é aprovada em segunda votação no Plenário
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA