POLÍTICA GO

Helio de Sousa apoia projeto da Câmara Federal para que transplantados tenham mesmos direitos de deficientes

Publicados

em


Pessoas que passaram por cirurgia de transplante de órgão poderão ter os mesmos direitos assegurados em lei a pessoas com deficiência, se for aprovado projeto com essa proposta, que tramita na Câmara de Deputados. O texto estabelece que a equiparação depende de laudo médico que ateste impedimento físico, mental, intelectual ou sensorial de longo prazo.

Deputado estadual e médico, o tucano Helio de Sousa considera que projeto é salutar e precisa ser aprovado e colocado em prática. “A realização de transplantes evoluiu muito. Mas depois que realiza o procedimento, a pessoa não tem mais uma vida normal, pois haverá algumas limitações, como o uso de medicamentos de uso contínuo para evitar rejeição”, assinala.

O projeto de lei de nº 4613/20 concede a pacientes transplantados os mesmos direitos assegurados em lei a pessoas com deficiência. Autor da matéria, o deputado Fábio Trad (PSD-MS) argumenta que a medida confere amparo legal a situações em que o indivíduo, apesar de ter limitações, não consegue o reconhecimento de sua condição. No caso de transplantados, ele destaca a necessidade de acompanhamento médico por toda a vida e de uso de diversos medicamentos que podem causar efeitos colaterais.

Leia Também:  Vários deputados apresentam projetos de lei e requerimentos à Mesa Diretora

Em entrevista à Agência de Notícias da Câmara, Trad disse que a cirurgia para transplante não é a cura, e sim um tratamento, pois os transplantados passam a ser pacientes crônicos e precisam utilizar imunossupressores por toda a vida. “Essas são algumas das razões que justificam a necessidade de equiparação com pessoas com deficiência, para que os transplantados tenham a acesso a benefícios e possam garantir uma melhor qualidade de vida”, afirma o autor.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA GO

Trajetória das ex-deputadas Raquel Rodrigues e Rose Cruvinel estão nas redes sociais da Assembleia Legislativa de Goiás

Publicados

em


Dando sequência nas publicações do quadro #QuemSãoElas, que faz parte da série Mulheres no Legislativo, a ex-deputada Raquel Rodrigues teve o histórico divulgado nas redes sociais da Casa de leis. Nascida em Uberlândia, Minas Gerais, Raquel é professora de piano. A parlamentar iniciou sua vida pública quando assumiu a Secretaria Municipal de Promoção Social de Santa Helena de Goiás e foi deputada estadual por um mandato, na 14ª Legislatura, 1999 a 2002, na Alego.

Durante sua trajetória política, Raquel, foi eleita Prefeita de Santa Helena e esteve à frente da gestão da cidade entre os anos de 2005 e 2008. Ela também foi primeira-dama de Goiás de 2006 a 2010, no governo de Alcides Rodrigues Filho.

Além dela, a ex-deputada Rose Cruvinel também teve a trajetória de vida publicada nas redes sociais. Nascida em São Raimundo Nonato, Piauí, Rose é médica e iniciou sua vida pública quando foi eleita vereadora da Câmara Municipal de Goiânia, entre 1988 e 1992. Na Casa Legislativa, ela foi deputada estadual, na 14ª Legislatura, 1999 a 2002 e compôs a Mesa Diretora como 3ª Secretária.

Leia Também:  Fundo de Capacitação do Servidor e de Modernização do Estado de Goiás é aprovado em segunda votação

Rose, nasceu em 1948, na pequena cidade piauiense de São Raimundo Nonato, onde era conhecida como Maria Roselene Deusdará. Aqui em Goiás, Maria se tornou Rose Cruvinel e venceu cinco eleições no Poder Legislativo, onde se destacou como uma médica que não mediu esforços e nem palavras para representar e defender os interesses das classes menos favorecidas.

Hoje, aos 72 anos, Rose continua se revelando uma mulher vivaz, atenta e participativa. Atualmente, ela é coordenadora da pré-campanha de seu filho, Virmondes Cruvinel Filho, à Prefeitura de Goiânia.

A campanha “Mulheres no Legislativo” conta a trajetória de mulheres que se elegeram deputadas aqui em Goiás. O material completo sobre a história das parlamentares está inserido no projeto “Mulheres no Legislativo”, elaborado e publicado pela Agência Assembleia de Notícias, em entrevistas, onde as deputadas e ex-deputadas contam sua vida, luta e desafios. E pode ser conferido neste link.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA