Pernambuco

Mostra de artesanato da Funase ganha primeira temporada do ano em Caruaru

Publicados

em


arte

Itens produzidos por adolescentes de Casa de Semiliberdade estão em exposição no Caruaru Shopping até 24 de janeiro

 A exposição de artesanato da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) em Caruaru, no Agreste do Estado, iniciou a primeira temporada de 2021 com novidades. Agora, o público verá no catálogo produtos como sousplats de tecido impermeável com base de disco vinil e camas para cães e gatos feitas com pneus reaproveitados. Esses itens são produzidos por adolescentes e jovens de 42 municípios pernambucanos, todos em processo de reinserção social após a prática de atos infracionais. O estande da Funase está em funcionamento até 24 de janeiro, das 10h às 22h, no espaço Feira Livre Cultural, do Caruaru Shopping.

A confecção dos produtos ocorre durante oficinas de arte e cultura realizadas na Casa de Semiliberdade (Casem) Caruaru, unidade vinculada à Funase. Para a realização das atividades, os socioeducandos contam com a orientação de funcionárias que atuam como oficineiras. As oficinas têm certificação do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), o que representa um incentivo para que os participantes possam desempenhar o que aprendem como profissão e meio para a obtenção de renda de forma produtiva.

Leia Também:  Com edição gratuita, mostra exibe filmes de oito países africanos

“Após uma boa temporada em 2020 e, em especial, no período natalino, estamos começando uma nova etapa de exposição, com produtos novos. Embora a comercialização aconteça no estande, para quem se interessar em contribuir com a causa social, nosso principal objetivo é expor o trabalho desenvolvido por esses jovens para além dos muros da Funase, mostrando à sociedade que vale a pena confiar a eles oportunidades de mudança de vida”, afirma a coordenadora-geral da Casem Caruaru, Anabel Brandão.

Além dos sousplats com base de vinil e das camas pet, o catálogo em exposição também conta com produtos feitos com sisal e feltro e garrafas ornamentadas. Parte do que for arrecadado será destinada aos socioeducandos participantes da produção, e outra parte, reinvestida na aquisição de matéria-prima para a confecção de itens a serem expostos em outras temporadas da mostra.

SERVIÇO 

Feira Livre Cultural com artesanato produzido por adolescentes da Casem Caruaru

Período: até 24 de janeiro de 2021

Horário: das 10h às 22h

Leia Também:  Cefospe disponibiliza 400 vagas em cursos on-line no mês de dezembro

Local: Caruaru Shopping – Rua Adjar da Silva Casé, 800 – Indianópolis, Caruaru-PE  

Fonte: Governo PE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Pernambuco

Pernambuco recebeu 84 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford

Publicados

em


 vacina

Na próxima segunda-feira (25.01), o Comitê Técnico Estadual vai definir a estratégia de distribuição e de uso das doses da nova vacina

Pernambuco recebeu, na madrugada deste domingo (24.01), as primeiras doses da vacina da farmacêutica AstraZeneca e da Universidade de Oxford, desenvolvida em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e produzidas pelo Instituto Serum, na Índia. As 84 mil doses destinadas ao Estado desembarcaram no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre às 00h30, em voo operado pela companhia aérea GOL, que partiu do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. 

“Na segunda-feira, vamos, juntamente com o Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação contra a COVID-19 e com a Comissão Intergestores Bipartite (CIB), fazer o monitoramento da distribuição e a pactuação com os municípios do uso das doses da nova vacina. É mais um passo importante nessa nova fase de enfrentamento ao coronavírus”, destacou o governador Paulo Câmara. 

As doses foram levadas para a central de armazenamento de vacinas da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), onde foram recebidas pela superintendente de Imunização  do Estado, Ana Catarina de Melo. “Esse quantitativo, vai ajudar o Estado a acelerar o processo de imunização dos trabalhadores da saúde”, enfatizou Ana Catarina. 

CORONAVAC – As 270 mil doses da CoronaVac, desenvolvidas em parceria com o Instituto Butantan, chegaram ao Estado na última segunda-feira (18) e foram disponibilizadas em 18 horas a todos os 184 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha. As gestões municipais receberam de forma equânime quantitativo suficiente para as duas doses da vacina, que, no caso da CoronaVac, devem ser administradas em um período de 14 a 28 dias entre a primeira e a segunda.  O Ministério da Saúde estabeleceu que a prioridade dessa remessa da CoronaVac deveria ser os idosos acima de 60 anos e pessoas com deficiência assistidos em instituições de longa permanência, indígenas aldeados e trabalhadores da saúde envolvidos no atendimento aos pacientes com o novo coronavírus. 
 
Até a última sexta-feira (22/01), 34.336 pessoas que fazem parte do público prioritário da primeira fase foram imunizadas contra a Covid-19 em Pernambuco. Deste total, 28.712 eram trabalhadores da saúde (sendo 5.298 profissionais que atuam nos hospitais do Governo de Pernambuco); 3.265, indígenas; 2.278, idosos institucionalizados; e 81 pertencem ao grupo de pessoas com deficiência institucionalizadas.

Fotos: Heudes Regis/SEI

Fonte: Governo PE

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Propostas sobre primeira infância e incentivos fiscais para empresas serão votadas
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA