PARANÁ

Ações do Paranacidade estão alinhadas aos ODS e à Nova Agenda Urbana

Publicados

em


Qual é o comprometimento no Paranacidade com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e a Nova Agenda Urbana, propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU)? Os colaboradores do Serviço Social Autônomo Paranacidade, vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, responderam a pergunta durante oito sessões online, realizadas de 8 a 11 de janeiro.

Nos quatro dias foram atingidas as metas de sensibilizar para os conteúdos, internalizar conceitos e mobilizar para as suas aplicações no dia a dia da empresa. Identificou-se o que já é efetivado pelo Paranacidade, as informações a serem levadas às prefeituras e outros parceiros, e que a atitude pessoal é fundamental para realizar as transformações desejadas.

BOAS PRÁTICAS – No evento, realizado pelo Godsnau, grupo de colaboradores responsável pela disseminação dos ODS e demais conteúdos sobre o desenvolvimento sustentável, foram feitas as ligações entre as ações operacionalizadas pelo Paranacidade com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. As vinculações dos programas Ilumina Paraná, que substitui a iluminação pública convencional por sistemas a LED, e o Zero Energia (sistemas da geração fotovoltaica nas escolas municipais) com o ODS 7 (Energia Limpa e Acessível) são alguns exemplos.

Leia Também:  Fundação Araucária firma parcerias para internacionalização

Também foram citadas ações que viabilizam a implantação de UPAs (ODS 3 – Saúde e Bem Estar); de Escolas Municipais e CMEIs (ODS 4 – Educação de Qualidade); de Redes de Esgoto (ODS 6 – Água Potável e Saneamento); de Barracões Industriais e Comerciais (ODS 8 – Trabalho Descente e Crescimento Econômico); construir estruturas resilientes (ODS 9 – Indústria, Inovação e Infraestrutura); de Centros de Referência de Ação Social; (ODS 10 – Redução de Desigualdades); de Obras de Pavimentação e aquisição de Equipamentos Rodoviários (ODS 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis); e de Aterros Sanitários (ODS 12 – Consumo e Produção Responsáveis), entre outros.

VALORIZAÇÃO – De acordo com o coordenador do Godsnau, Geraldo Luiz Farias, as manifestações revelaram a sensação de pertencimento de cada um nas ações do Paranacidade e na relação entre as premissas dessas agendas globais e a missão da empresa.

“Perceber que o seu trabalho é importante, e que colabora para transformar o mundo em um lugar melhor, valoriza o profissional, a atividade diária e o ser humano que as realiza. Quando há esse crescimento individual, a empresa ou entidade pública se fortalece, foca nos resultados e passa a apresentar melhorias de desempenho”, destacou Farias.

Leia Também:  Imbituva ganhará 177 casas novas em programa de requalificação urbana

O Godsnau é composto por representantes de todos os Escritórios Regionais, da Procuradoria Jurídica, dos setores de Coordenação de Projetos, Operacional, de Recursos Humanos e da Assessoria Técnica do Paranacidade. Além de Geraldo Farias, participam os técnicos Glauco Pereira Junior, Virginia Thereza Nalini, Maristela de Paula Muller, Adriana de Souza Ricardo Gaio, Adriano Andrade, Nagila Terezinha Freiria, Patrícia Quintino, Rodolfo Purpur, Luciene Moreira, Patrícia Alves Brochado e Hélio Marzalek. Todos os empregados do Paranacidade participaram da atividade.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PARANÁ

Forças policiais vão intensificar fiscalização para cumprimento de medidas restritivas

Publicados

em


O Governo do Estado vai intensificar a fiscalização em torno de abusos que buscam burlar as medidas de combate à circulação do coronavírus determinadas pelo Decreto 6983/2021, publicado nesta sexta-feira (26), com a retomada da chamada quarentena restritiva. As estratégias foram definidas pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior em reunião, no Palácio Iguaçu, com a cúpula das forças de segurança do Paraná. Entre os pontos, ficou acertado o prologamento da operação Verão Consciente por, pelo menos, mais uma semana.

O pedido é para agir com rigor contra iniciativas que causem aglomerações, como festas clandestinas. O documento elaborado pela Casa Civil prevê, entre outras ações, a suspensão do funcionamento dos serviços e atividades considerados não essenciais em todo o Estado e a ampliação na restrição de circulação das pessoas, que passa a vigorar entre 20 horas e 5 horas.

A normativa entra em vigor à zero hora deste sábado (27) e tem validade até as 5 horas do dia 08 de março, podendo ser prorrogada ou não, a depender do comportamento da pandemia no território paranaense durante o período.

Leia Também:  Paranacidade fortalece a adoção da tecnologia BIM para obras públicas

“A fila de espera por leitos, que no início da pandemia era de 40, em média, passou para 450 de dias para cá. E atualmente está em 578. Houve relaxamento da população até pelo efeito psicológico de a vacina ter começado a ser aplicada. Por tudo isso vamos precisar de reforço policial, ser mais rigorosos com a fiscalização. Aplicar multa e, se necessário, prender quem não entender a gravidade do momento”, afirmou Ratinho Junior.

Secretário de Estado da Segurança Pública, Rômulo Marinho Soares explicou que inicialmente os policiais seguirão o bom senso, mas que a ordem é para atuar com rigor em casos de desobediência ao decreto. “Usaremos o bom senso com quem merece. Para comportamentos inadequados vamos apertar um pouco mais, usar a lei. Levar para a delegacia, lavrar boletim de ocorrência e prender se assim se fizer necessário”, disse.

O secretário ressaltou também que o planejamento prevê o prolongamento da operação Verão Consciente, mantendo a vigilância em pontos de veraneio do Estado, como o Litoral e prainhas de água doce, localizadas no Interior, em represas e rios. “Era para finalizar a operação no dia 1º, mas vamos estender por mais uma semana para acompanhar a validade do decreto”, afirmou Marinho.

Leia Também:  Anac agenda leilão de 22 aeroportos para abril de 2021

O texto contempla ainda outras ações restritivas, com foco na diminuição da circulação e aglomeração de pessoas. No período das 20 horas às 5 horas, diariamente, fica estabelecida a restrição provisória de circulação em espaços e vias públicas, excetuando pessoas e veículos em razão de serviços e atividades essenciais.

O mesmo vale para a comercialização e o consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público ou coletivo, estendendo-se a vedação para quaisquer estabelecimentos comerciais.

PRESENÇAS – Participaram da reunião o conopnel Hudson Leôncio Teixeira, comandante-geral da Polícia Militar do Paraná; o delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Jacob Rockembach; o coronel Gerson Gross, comandante do Corpo de Bombeiros; e o coordenador estadual da Defesa Civil, Fernando Schunig.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA