NACIONAL

Mãe e filha são presas suspeitas de encomendar morte de prostituta e agenciador

Publicados

em


source
sirene
Creative Commons

Caso ocorreu em Porto Alegre

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu nesta quarta-feira (29) uma jovem de 19 anos e a mãe dela, de 48 anos, por suspeita de participar do assassinato de um casal em uma casa de prostituição de Porto Alegre.

Segundo investigações, as suspeitas, que não tiveram identidade revelada, teriam participação e conhecimento do crime. Elas seriam parte do grupo de garotas de programa que protagonizou uma briga com o casal assassinado um dia antes do crime.

Willian Dutra da Silva, de 31 anos, e Gabrieli Camargo de Miranda, de 26 anos, foram assassinados dentro de uma sala de prostituição por dois homens, que teriam recebido a encomenda do crime. Um dia antes da morte eles registraram um Boletim de Ocorrência por agressão. A briga teria iniciado porque Willian estaria agenciando Gabrieli e “tomando os clientes” das outras garotas de programa para ela.

Leia Também:  Governo do Estado lamenta morte de jornalista Valter Souza

O pedido de prisão das duas é temporário e a polícia ainda analisa o celular de uma das suspeitas. A advogada da dupla afirma que não há provas contra elas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

NACIONAL

“Foi desnecessário”, diz assessoria de Baldy sobre prisão

Publicados

em


source
Alexandre Baldy
Pei Fon/ Secom Maceió

Alexandre Baldy

A assessoria de imprensa de Alexandre Baldy, secretário de Transportes de São Paulo que foi preso na manhã desta quinta-feira (6), afirmou que “foi desnecessário” determinar a prisão dele. 

“Foi desnecessário e exagerado determinar uma prisão por supostos fatos de 2013, ocorridos em Goiás, dos quais Alexandre sequer participou”, divulgou a assessoria de Baldy em uma nota. 

O secretário foi preso em um desdobramento da operação Lava Jato voltada à área da Saúde. “A medida é descabida e as providências para a sua revogação serão tomadas”, alega a assessoria.

“Alexandre sempre esteve à disposição para esclarecer qualquer questão, jamais havendo sido questionado ou interrogado, com todos os seus bens declarados, inclusive os que são mencionados nesta situação”, afirma.

Leia Também:  Vitória sobre a morte: Batalhão de Operações Especiais e seus 49 anos de história

Alexandre Baldy , que já foi ministro e deputado federal pelo estado de Goiás, foi preso temporariamente nesta quinta por pedido expedido pela 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, após investigações no estado fluminense.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

GOIÁS

SEGURANÇA

BRASIL E MUNDO

MAIS LIDAS DA SEMANA