GOIÁS

Goiás registra 6.244 mortes e 273.074 casos de Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informa que há 273.074 casos de doença pelo coronavírus 2019 (Covid-19) no território goiano. Destes, há o registro de 263.236 pessoas recuperadas e 6.244 óbitos confirmados. No Estado, há 245.985 casos suspeitos em investigação. Já foram descartados 192.188 casos.

Há 6.244 óbitos confirmados de Covid-19 em Goiás até o momento, o que significa uma taxa de letalidade de 2,29%. Há 225 óbitos suspeitos que estão em investigação.

Painel Covid-19

O boletim com as notificações da SES-GO foi informatizado e realiza o processamento dos dados a partir dos sistemas do Ministério da Saúde (e-SUS VE e Sivep Gripe). Eventuais diferenças são justificadas por ajustes nas fichas de notificação pelos municípios, como por exemplo, a atualização do local de residência da pessoa.

Para conferir os detalhes dos casos e óbitos confirmados, suspeitos e descartados, acesse o painel Covid-19 do Governo de Goiás por meio do link http://covid19.saude.go.gov.br/

Sobre os dados

Desde as primeiras confirmações de doença pela Covid-19, a SES-GO divulga boletins diários com atualizações sobre os casos confirmados e óbitos. Os números são dinâmicos e passíveis de mudanças após investigação mais detalhada de cada situação. Os boletins são elaborados a partir dos dados inseridos nos sistemas e-SUS VE e SIVEP Gripe, do Ministério da Saúde, pelas diversas instituições de saúde cadastradas no Estado, conforme endereço de residência informado pelos usuários.

Leia Também:  Hospital de Uruaçu tem previsão de entrega para novembro

Os dados podem ser alterados para mais ou para menos conforme investigação das Vigilâncias Epidemiológicas Municipais e atualização das fichas de notificações pelos municípios nos sistemas oficiais. Diante de eventuais inconsistências nos números, estes serão atualizados a partir das correções feitas pelas cidades nos sistemas de notificação.

O responsável pela notificação deve registrá-la e mantê-la devidamente atualizada nos sistemas oficiais de notificação, desta forma, se cada um fizer corretamente sua parte, a informação é democratizada e disponibilizada a todos em tempo oportuno.
 

Os dados deste boletim foram divulgados às 15h de sábado, 21 de novembro.

Fonte: Governo GO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GOIÁS

Campanha vacina trabalhadores em Goiânia e Região Metropolitana

Publicados

em


A morte de 14 macacos, em decorrência da febre amarela em Goiás, ligou o sinal de alerta no Estado para possíveis contaminações da doença. Para se proteger, a vacinação é o melhor caminho. Diante desse cenário, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), o Serviço Social da Indústria da Construção no Estado de Goiás (Seconci) e as secretarias municipais de Saúde fizeram uma parceria para levar a campanha de vacinação aos trabalhadores de obras em Goiânia e Região Metropolitana.

Além da vacinação contra a febre amarela, os trabalhadores também serão vacinados com a tríplice viral (que protege contra sarampo, caxumba e rubéola), hepatite B, difteria e tétano. Segundo a coordenadora de Ações em Imunização da SES-GO, Allessandra Santana, a parceria com entidades dos setores público e privado é importante para que o Estado alcance as metas de cobertura vacinal, que vêm tendo redução nos últimos anos.

“Em 2020, com a pandemia, vivemos um momento crítico, em que muitas pessoas estão deixando de buscar a vacinação por medo, o que ocasiona uma piora nesta demanda”, destaca a coordenadora.

Outro sinal de alerta neste ano são as mortes de 14 macacos, em decorrência da febre amarela. Segundo Allessandra, isso significa que o vírus está circulando e pode resultar na contaminação daqueles que não se vacinaram. “O Ministério da Saúde estima uma meta de vacinação de 95% de crianças menores de 12 meses contra a febre amarela. Atualmente, alcançamos apenas 63%, um número preocupante”, detalha a coordenadora.

Leia Também:  Secult ensina conservar livros por meio de oficinas no Youtube

“Além do medo de procurar um posto de vacina durante a pandemia, as fake news, a desinformação e a ação de grupos antivacinas fazem com que as pessoas não busquem esse serviço, o que pode contribuir para a volta de muitas doenças que eram consideradas erradicadas, como a poliomielite”, completa Allessandra.
 
Ação nas obras

Para a assistente social do Seconci Goiás, Joicy Lopes, a ação de vacinação nas obras do Seconci Goiás é uma atividade piloto que teve início nesta semana e deve seguir até sexta-feira, 27, entre 8 e 17 horas, nas obras da FR Incorporadora. Objetivo é dar andamento na ação no início de 2021 com as empresas associadas ao Seconci Goiás. Ao todo, a iniciativa busca atingir aproximadamente 10 mil trabalhadores da construção civil.

“A ação desta semana faz parte de um piloto que tem o objetivo de se estender para as demais obras ao longo de 2021. A iniciativa surgiu após a identificação da morte de primatas não humanos (macacos) em função da febre amarela. Para contribuir com uma sociedade mais segura, fizemos essa parceria com a Secretaria Estadual da Saúde, que visa vacinar o maior número possível de trabalhadores do setor”, afirma Joicy Lopes.

Na primeira semana do projeto, devem ser vacinados mais de 600 trabalhadores. A SES-GO e as Secretarias Municipais de Saúde também vão disponibilizar equipe de vacinação e todo material. “Os participantes da ação devem apresentar o cartão de vacinação no momento da triagem, para avaliar a necessidade de receber a aplicação de cada vacina.”, relata Joicy.

Leia Também:  Pouca chuva e isolamento por causa da Covid fizeram nível da Cantareira cair

Participação

As empresas da construção civil que quiserem participar desse trabalho de vacinação no próximo ano devem entrar em contato com o Seconci Goiás, por meio do departamento de Serviço Social. “A vacinação será totalmente gratuita para os trabalhadores das empresas associadas à entidade. Depois da ação piloto, faremos levantamento dos dados das empresas interessadas, como infraestrutura, número de trabalhadores e endereço dos locais onde será feita a vacinação”, detalha Joicy.

Outras recomendações para a vacinação também devem ser seguidas pelos interessados, como atender às condições adequadas para a imunização: sala limpa e com boa iluminação; ambiente refrigerado; lavatório para higienização das mãos com sabonete líquido e papel toalha; mobiliário para triagem e vacinação. “Por conta da pandemia que estamos enfrentando, serão adotadas todas as medidas de segurança contra a Covid-19 também na ação, como distanciamento social, uso de máscaras e pontos de higienização”, reforça Joicy.

Serviço:
Ação de Vacinação nos canteiros de obras
Data: até sexta-feira (27) das 8h às 17 horas
Locais: obras da FR Incorporadora

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Fonte: Governo GO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA