GOIÁS

Evento abre o plantio de soja em Goiás

Publicados

em


O governador Ronaldo Caiado e o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, participam, nesta terça-feira (29/09), em Cristalina, da Abertura do Plantio da Soja em Goiás.

O evento será realizado a partir das 9 horas, na Fazenda Pamplona/SLC Agrícola, e marca o início da safra 2020/2021 no Estado. A comitiva também visitará uma biofábrica, instalada na propriedade rural, voltada para o processamento de bioinsumos.

Com o fim do vazio sanitário da soja, no dia 24 de setembro, os produtores foram autorizados a iniciar a semeadura da safra de verão no Estado. Cristalina foi o município escolhido para abertura oficial do plantio da cultura em Goiás devido ao seu potencial de produção e aos investimentos de produtores na região.

Segundo as últimas estatísticas municipais divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município foi o terceiro maior produtor de soja do Estado, com produção registrada de 860 mil toneladas do grão.

Atualmente, Goiás é o terceiro maior produtor de soja no Brasil. Na safra 2019/2020, o Estado produziu 13,1 milhões de toneladas do grão, crescimento de 8,8% sobre a safra passada (2018/2019), em uma área plantada de 3,5 milhões de hectares, segundo dados divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A produtividade na safra 2019/2020 foi de 3.712 quilos por hectare e representou aumento de 6,7% em relação à safra 2018/2019.

Leia Também:  "Vou continuar lutando para que Goiás tenha o menor número de mortes do País", diz Caiado

Na solenidade oficial de abertura do plantio no Estado, além de autoridades do Governo de Goiás, são esperados representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Embrapa Arroz e Feijão, Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás), Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Associação dos Produtores de Soja, Milho e Outros Grãos Agrícolas do Estado de Goiás (Aprosoja Goiás), Associação dos Irrigantes do Estado de Goiás (Irrigo), Associação Goiana dos Produtores de Algodão (Agopa) e do Fórum das Entidades Empresariais do Estado de Goiás.

Também estarão presentes representantes da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), da Agência Goiana de Defesa Agropecuária Agrodefesa (Agrodefesa), deputados federais e estaduais, além de autoridades da região.

Serviço:
Assunto: Abertura do Plantio da Soja em Goiás e visita à biofábrica da Fazenda Pamplona/SLC Agrícola
Quando: terça-feira (29/09), 9h
Onde: Fazenda Pamplona/SLC Agrícola – GO 436, KM 60, Cristalina (GO)

Leia Também:  Governador envia à Assembleia projeto que cria Programa Educação Plena e Integral

Comunicação Setorial da Seapa

Fonte: Governo GO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GOIÁS

Gacinha Caiado visita Parque Nacional das Emas

Publicados

em


A primeira-dama e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Gracinha Caiado, visitou na última quarta-feira (28/10), durante ações no Sudoeste do Estado, o Parque Nacional das Emas, maior reserva de Cerrado do país, na divisa dos municípios de Mineiros e Chapadão do Céu. A passagem pelo local foi para conhecer a biodiversidade da fauna e flora e o fenômeno natural da bioluminescência, evento único nos meses de outubro e novembro e, que, em área terrestre em todo planeta, só ocorre em Goiás. A intenção do Governo de Goiás é contribuir para levar ao conhecimento de todos as belezas da região. 

Gracinha, que estava acompanhada dos secretários Andréa Vulcanis (Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) e César Moura (Retomada), destacou que o Cerrado goiano é cheio de riquezas naturais, com várias espécies de plantas, aves e animais, alguns, inclusive, com risco de extinção. “O parque é maravilhoso. Estamos presenciando aqui araras, veados e gaviões. É uma beleza que todos precisam vir conhecer. E essa maravilha fica aqui no Estado, com acesso por Mineiros ou Chapadão do Céu”, explicou. 

A coordenadora do GPS esclareceu ainda que a reserva é de administração federal, mas que o Estado de Goiás busca contribuir em sua divulgação e ressaltar a importância da conscientização de preservação de áreas como a do parque. 

O passeio foi guiado por Graziele Martins Carneiro, condutora da Associação de Guias de Turismo Filhos do Cerrado, que enalteceu a presença de Gracinha Caiado, por ser a primeira vez que uma primeira-dama vai até a reserva, que tem 132 mil hectares. Ela explica que o parque atrai muitos interessados em ver de perto diversos animais. “E há uma grande possibilidade pela imensidão da área. O parque é rota internacional de observadores de aves. Tem aves que são endêmicas, encontradas só aqui”, lembrou.  

Leia Também:  Vapt Vupt: atendimento presencial só com agendamento prévio

Um grande atrativo na reserva é a contemplação de um fenômeno raro, a bioluminescência. Ele é provocado pelas larvas de vagalume, depositadas em milhares de cupinzeiros, que nesse período mais úmido, emitem uma luz esverdeada que brilha e atrai diversos insetos e até cupins para fazer a sua alimentação. Mesmo com a insistência da chuva, Gracinha Caiado fez questão de se aproximar e ver de perto o cenário mágico que se estende por uma grande área do Parque Nacional das Emas. 

“É maravilhoso presenciar isso. Estamos embaixo de chuva, mas é uma coisa que vale a pena vir e ver de perto. É impressionante presenciar esse fenômeno”, incentivou Gracinha Caiado. “Fiquei deslumbrada com o que eu vi. É um Cerrado muito diferenciado”, completou Andréa Vulcanis. 

A titular da Semad destacou, ainda, que na região há uma coordenação entre as riquezas naturais e a atividade produtiva. “Que todos possam reconhecer o parque e, ao mesmo tempo, entender que é uma dinâmica econômica que acontece no entorno com a atividade rural, principalmente. E convivem em harmonia graças a todo o trabalho que a gente vem fazendo aqui”, pontuou. 

Leia Também:  Agosto Dourado celebra e incentiva o aleitamento materno

No parque, a primeira-dama ainda fez um passeio de boia cross no Rio Formoso, outra atração no local. O percurso dura cerca de 30 minutos em uma área de beleza intocável, com vegetação de mata ciliar bem preservada. “São águas calmas, onde você pode encontrar diversos animais. Como a água é muito limpa, podemos ver o fundo do rio e alguns peixes. É um passeio de contemplação”, descreve Thiago Moura Naves, outro condutor da reserva. 

A região recebe cerca de 3 mil visitantes por ano, a maior parte, estrangeiros. São pessoas interessadas em acampar e universitários que buscam conhecer a biodiversidade do Cerrado. De acordo com o chefe do Parque Nacional das Emas, Marcos da Silva Cunha, está sendo feito um planejamento para oferecer mais infraestrutura para atrair até 10 mil visitantes por ano no local. A atuação recebe o apoio da Goiás Turismo. “Incentiva as prefeituras e as empresas privadas a alavancar o turismo”, afirmou. 

Marcos também ressaltou que a ida da primeira-dama Gracinha Caiado e dos secretários prestigia o parque não só na área do turismo como também no aspecto da conservação. “E não só o Parque Nacional das Emas, como outros que têm no Estado de Goiás, que são de muita importância para a humanidade. Aqui é um Patrimônio Natural da Humanidade (Unesco). Temos esse papel importante de preservação da natureza e desse bioma.”
 

Fonte: Governo GO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA