ESPÍRITO SANTO

Governador visita obras rodoviárias e de reconstrução de pontes em Vargem Alta e Castelo

Publicados

em


O governador do Estado, Renato Casagrande, visitou, nesta sexta-feira (16), diversas obras nos municípios de Vargem Alta e Castelo, na região sul capixaba, que estão sendo executadas pelo Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER-ES). As intervenções são de recuperação de via, pavimentação e reconstrução de pontes.

A primeira obra visitada foi a de recuperação do trecho da ES-164, entre o distrito de Castelinho e Vargem Alta, que é uma das principais vias de acesso à região turística de Pedra Azul e de escoamento da produção de pequenos produtores da Região Serrana.

Além da recuperação do pavimento da rodovia, o DER-ES vai executar intervenções de drenagem, sinalização e dispositivos de segurança da rodovia, que impactam na condição de rolamento. As obras vão melhorar e restituir as condições para o transporte seguro, econômico e confortável de passageiros e bens de produção.

O trecho da ES-164, em obras, integra a sede do município a localidades, como Vila Esperança, São José de Fruteiras, Fruteira de Baixo, Fruteira de Cima e Vila Maria. O investimento total será de R$ 12,6 milhões e a previsão é de que as obras sejam entregues até o fim deste ano.

O governador Casagrande também visitou as obras de pavimentação do trecho da ES-375, entre Fazenda da Prata, em Castelo, e São José de Fruteiras, em Vargem Alta. A obra vai contemplar os 31,4 quilômetros de extensão da rodovia, que terá pista simples, faixa de segurança, abrigos em pontos de ônibus, além de duas pontes sobre o Córrego da Prata, sendo uma com 22 metros e outra com 51 metros.

Leia Também:  Dia Nacional do Consumo Consciente é comemorado nesta quinta-feira (15)

Após a conclusão da pavimentação, prevista para dezembro do ano que vem, os moradores e produtores rurais da região poderão trafegar com mais segurança entre as comunidades e distritos beneficiados, como Monte Pio, Fruteiras, Fazenda da Prata, Patrimônio do Ouro, além da sede dos dois municípios. O investimento é de R$ 57,7 milhões.

Obras de reconstrução

Casagrande também esteve em duas obras de reconstrução de pontes, no Morro do Sal e em Jaciguá, ambas em Vargem Alta. A ponte do Morro do Sal será em estrutura metálica e terá um vão de 20 metros e seis metros de largura. Na localidade, também estão sendo executadas obras de reconstrução do muro de gabião do entorno da ponte, para que seja possível a reconstrução da via de acesso à localidade, além de possibilitar o acesso a residências.

Já a ponte de Jaciguá terá 13 metros de extensão e 10 metros de largura. As obras nas duas localidades estão previstas para serem entregues na primeira quinzena de dezembro e somam, aproximadamente, R$ 1,8 milhão.

Leia Também:  Empresas entregam propostas para retomada das obras do Hospital Central; preços serão analisados

“Estamos visitando parte dos investimentos importantes em pavimentação que estão sendo feitos pelo Governo do Estado, além da reconstrução de pontes e calçamentos atingidos pelas fortes chuvas do início do ano. As chuvas exigiram uma presença firme do Governo do Estado e estamos aqui visitando para ver o andamento. A rodovia de Vargem Alta a Iconha foi praticamente reconstruída. São obras que representam mais de R$ 100 milhões na reconstrução desses municípios”, destacou o governador Casagrande.

Para o superintendente e engenheiro do DER-ES, Fábio Longui, estas são importantes obras para o sul do Estado: “Esse complexo de obras acontecendo é extremamente importante para o desenvolvimento, mobilidade e crescimento do sul do Estado. São vias de acesso que, além de permitir facilidade e agilidade no tráfego, trarão economia, geração de emprego e renda. Também flexibilizam as rotas alternativas, melhorando a vida de motoristas, caminhoneiros e transeuntes dos trechos. O DER-ES se orgulha de fazer obras de tanta importância para os capixabas”, afirmou.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843

Assessoria de Comunicação DER-ES
Felipe Mansur Valinho / Flávia Pimentel Simões
(27) 3636-4404 / 99943-7470 / 99929-8211 

 

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPÍRITO SANTO

Diversificação com cultura da uva aumenta renda de famílias em Governador Lindenberg

Publicados

em


Em Governador Lindenberg, terra onde predomina a plantação de café conilon, a cultura da uva está sendo introduzida como forma de diversificação e excelente fonte de renda para famílias de agricultores, devido a seus diversos benefícios no cultivo. A ação acontece por meio da assistência técnica do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

A plantação de uva apresenta benefícios como maior rendimento em menor área, além da menor necessidade de irrigação em comparação ao café. Estes são alguns dos pontos de grande destaque, de acordo com Jair Antônio Toso, coordenador do Escritório Local de Desenvolvimento Rural (EDLR) do Incaper de Governador Lindenberg. O extensionista explicou que o início do cultivo de uva no município foi em um momento de seca, o que ressaltou ainda mais os benefícios em implantar a cultura da uva no município. 

“O resultado positivo com a plantação ainda quebrou o mito de que não se plantava uva em terra quente, aqui em Governador Lindenberg. A cultura é uma ótima oportunidade, principalmente para pequenas propriedades, porque a uva apresenta o mesmo rendimento do café em apenas 20% de área de terra plantada”, destacou Jair Antônio Toso. 

“Pela força e importância no município, o café não pode ter outra cultura que concorra com seu momento de colheita, por diversas questões, dentre elas a falta de mão de obra local. Até nessa questão, a uva mostra seu benefício, porque ela pode ser colhida sem interferir na safra do café”, afirmou o extensionista. 

Na propriedade do agricultor familiar Gilmar Goronci, localizada em Baixo Moacir, a plantação de uva é uma realidade positiva há quatro anos. O incentivo do Incaper o levou a diversificar sua cultura que era somente de café conilon. Com isso, o agricultor e sua família iniciam os trabalhos de poda e manejo da uva em agosto e colhem no início de dezembro para as festas de fim de ano, período de grande comercialização da fruta, o que reflete diretamente no aumento da renda. 

Ele contou que antes do auxílio do Instituto, não tinha conhecimentos sobre uva. Hoje, o agricultor soma técnicas em poda, manejo e diversas outras formas de manusear a cultura. Atualmente, sua propriedade  conta com 240 pés de uva, nas variedades Isabel e Niágara Rosada. “Nossa produção é familiar, em uma pequena área, e que tem grande rendimento. É ainda um cultivo bom, que não dá muito trabalho, e a uva é linda de se ver. Antes, não sabia cortar um galho de uva, mas o Jair [Antônio Toso] nos deu todo incentivo e atenção e hoje tenho muitos conhecimentos e experiência”, destacou Goronci.

A diversificação com a cultura da uva em Governador Lindenberg foi destaque na terceira exibição on-line do HorizontES em Extensão deste ano. A experiência foi eleita pelo Centro Regional de Desenvolvimento Rural (CRDR) Central Oeste. O coordenador do CRDR, Tiago dos Santos, ressaltou que a escolha se tornou ainda mais evidente, porque a cultura da uva não é comum na região. 

Leia Também:  Aderes inicia Ciclo de Formação para Empreendedores da Economia Solidária

“O Incaper é muito mencionado e isso reforça que nossa presença deve ser massiva, constante para mostrar a importância do Instituto para o Estado e para todos os agricultores familiares, como essa apresentada no HorizontES”, disse Tiago dos Santos. 

HorizontES em Extensão

O HorizontES em Extensão foi lançado pelo Incaper no ano de 2019, visando à troca de conhecimento e capacitação em processos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). O projeto apresenta 11 experiências com relevância para o desenvolvimento rural do Espírito Santo, selecionadas pelos Centros Regionais de Desenvolvimento Rural (CRDRs).

Outros objetivos são o reconhecimento e valorização do trabalho realizado pelos extensionistas, técnicos e pesquisadores do Incaper, que têm grande importância no desenvolvimento das ações de sucesso junto aos agricultores. 

Neste ano, devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o evento acontece de forma virtual, com transmissão on-line pelo canal do Incaper no YouTube ao longo dos meses de outubro e novembro. 

Texto: Andreia Ferreira

Informações à Imprensa:

Leia Também:  Governador recebe autorização do DNIT e determina nova licitação do Rodoanel

Coordenação de Comunicação e Marketing do Incaper
Andreia Ferreira
(27) 3636-9868 / 9865
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FAMOSOS

DISTRITO FEDERAL

SEGURANÇA

MAIS LIDAS DA SEMANA