ESPÍRITO SANTO

Dia Mundial da Prematuridade é lembrado no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves

Publicados

em


“Um a cada 10 bebês nasce prematuro em todo o mundo”. O dado é da Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, 340 mil bebês nascem prematuros todo ano, o que equivale a 931 por dia. Os números chamam atenção para uma realidade vivida dentro do Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra. A unidade é referência em gestação de alto risco materno e fetal, contando com uma Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal (UTIN) por onde, nesses sete anos de funcionamento, já nasceram cerca de 3 mil bebês prematuros.

“O perfil de admissão da UTIN do Hospital Dr. Jayme é de prematuros extremos. O dia a dia das famílias é cansativo e marcado por um misto de sentimentos. Medo e esperança convivem lado a lado. Esse dia, em especial, não poderia passar em branco, marcar a data é importante para reconhecermos as dificuldades e as muitas vitórias alcançadas”, afirmou Ericka Chiste, gestora da Unidade Materno Infantil do Hospital Dr. Jayme.

O Dia Mundial da Prematuridade, lembrado em 17 de novembro, é o dia em que o mundo se une para abordar o parto prematuro e discutir ações que melhorem a vida dos bebês e suas famílias. No Hospital Dr. Jayme, todos os anos, as equipes se juntam para proporcionar às famílias dos bebês internados uma roda de conversa e troca de experiências, além de receberem antigos pacientes.

Leia Também:  Governador anuncia serviço de internet sem fio nos terminais do Sistema Transcol

“Esse ano foi um pouco diferente, por causa da pandemia, não recebemos as mãezinhas que já tiveram seus bebês internados aqui na unidade. De qualquer forma, tivemos um momento especial, em que essas mulheres puderam contar um pouco de suas experiências e dos muitos medos que cercam a prematuridade. Uma ajudando a outra, tudo fica mais fácil”, ressaltou a psicóloga da Equipe Multidisciplinar, Geiziane Oliveira.

O encontro, organizado pela Equipe Multidisciplinar em conjunto com a gerência da Unidade Materno Infantil, reuniu cerca de 20 mulheres que puderam conversar, interagir e contar sobre suas vivências. Mãe aos 44 anos, Elizete de Oliveira contou que nunca se imaginou passar por esta situação. “Eu nasci prematura. Minha mãe conta que eu cabia dentro de uma caixa de sapato. Tive três filhos e, nessa quarta gestação, minha filha nasceu prematura de 35 semanas. Estou há dez dias acompanhando-a na Utin”, afirmou a mãe.

Já a mais nova do grupo, com 17 anos, chorou ao lembrar que está há mais de cinco meses acompanhando seu filho na Utin. “Eu vou sair daqui com meu filho nos braços, mas o outro eu nunca mais verei. Pensei que minha gravidez fosse ser tranquila, até que um dia amanheci perdendo muito líquido e para salvar os meus filhos foi necessária uma cesárea de emergência. O Benício lutou durante seis dias bravamente, mas não resistiu. A luta aqui é diária”, disse Izabela de Sousa.

Leia Também:  VI Semana Estadual de TIC debate inteligência computacional e transformação digital no setor público

 

Informações à Imprensa
Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes
[email protected]

 

Assessoria de Comunicação – Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves
Ravane Denadai
(27) 3331-7552 / 99274-5245
[email protected]

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPÍRITO SANTO

Governo do Espírito Santo divulga 34º Mapa de Risco Covid-19

Publicados

em


O Governo do Estado anunciou, nesta sexta-feira (04), o 34º Mapa de Risco Covid-19, que terá vigência entre a próxima segunda-feira (07) e o domingo (13). Dos 78 municípios capixabas, 28 estão classificados em Risco Baixo e 49 estão em Risco Moderado. Somente o município de Mantenópolis está classificado como Risco Alto.

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. A estratégia de mapeamento de risco teve início no dia 20 de abril.

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Leia Também:  Receita Estadual disponibiliza protocolo eletrônico para municípios comprovarem ações do Programa de Integração Tributária

Confira a classificação de todos os municípios capixabas:

RISCO ALTO: Mantenópolis.

RISCO MODERADO: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Anchieta, Atílio Vivacqua, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guaçuí, Guarapari, Ibatiba, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Iúna, Linhares, Marataízes, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Muniz Freire, Nova Venécia, Presidente Kennedy, Rio Bananal, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Roque do Canaã, Serra, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

RISCO BAIXO: Alegre, Apiacá, Aracruz, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Conceição do Castelo, Ibiraçu, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Laranja da Terra, Montanha, Mucurici, Muqui, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Piúma, Ponto Belo, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São José do Calçado, São Mateus, Sooretama e Vila Pavão.

Leia Também:  Sedu e Seag debatem Chamada Pública Escolar com cooperativas e associações nesta quinta-feira (17)

 

Fonte: Governo ES

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA