DISTRITO FEDERAL

Cães e gatos prontos para adoção na Vigilância Ambiental

Publicados

em


Os gatos disponíveis são filhotes de até quatro meses de idade | Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

Que tal uma companhia de quatro patas? A Vigilância Ambiental de Zoonoses está com 15 cães seis gatos disponíveis para adoção. Os cães são adultos ou idosos e foram resgatados em situação de maus tratos. Já os felinos são filhotes de cerca de três a quatro meses de idade. Em comum, todos estão saudáveis e aptos para ganhar um novo lar.

O gerente da Zoonoses, Rodrigo Menna, explica que os cães, que são dóceis, fazem parte de um resgate de cerca de 250 animais que ficavam sozinhos e soltos em um lote, com quase nenhuma convivência com humanos. “É possível eles se adaptar, mas tem que ser aquela pessoa com uma paciência a mais, com um carinho maior, disposta a enfrentar essa missão”, orienta o gestor.

Assim como os cachorros, os gatos disponíveis para adoção já passaram por exames para detectar leishmaniose e foram vacinados contra a raiva.

Como adotar

Pessoas interessadas em adotar devem ser maiores de 18 anos, apresentar documento de identificação com foto e assinar um termo de responsabilidade em que se comprometem a cuidar bem do animal.

Leia Também:  Ação retira 60 toneladas de lixo das vias do Cruzeiro

Uma vez adotado, o animal deve passar por exames anuais, bem como receber todas as vacinas necessárias. Aos donos também cabe administrar vermífugo e aplicar remédios contra pulgas e carrapatos e ainda um repelente de flebótomo, conhecido como mosquito palha, transmissor do parasita da leishmaniose visceral canina.

Programa de adoção

  • Zoonoses / Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival): Setor de Áreas Isoladas Norte (Sain), Lote 4, Estrada do Contorno Bosque, Noroeste. Horário de visitação: das 11h às 17h, de segunda a sexta-feira.
  • Preencha o formulário de adoção.

* Com informações da Secretaria de Saúde

Fonte: Governo DF

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

DISTRITO FEDERAL

UBS faz ação de testagem para diagnóstico de ISTs

Publicados

em


Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF
No primeiro dia, foram feitos 48 testes rápidos de HIV, sífilis, hepatite B e C, na mobilização que continua até esta quarta-feira (25) | Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

A Unidade Básica de Saúde 4 de Planaltina começou, nesta segunda-feira (23), as ações para a Semana Distrital de Prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). A ação antecede a campanha Dezembro Vermelho – mês de luta contra a Aids. No primeiro dia, foram feitos 48 testes rápidos de HIV, sífilis, hepatite B e C, na mobilização que continua até esta quarta-feira (25).

“Nosso intuito é orientar a população quanto à prevenção, identificar casos e direcionar ao tratamento, que é oferecido aqui mesmo”, destaca a supervisora da UBS 4 de Planaltina, Stenia Gomes. Ela explica que a UBS acompanha os casos e que, quando há necessidade, encaminha os pacientes para atendimento em uma unidade especializada.

A ação da unidade ocorre de 8h ao meio-dia, em parceria com o UniCeub, com o apoio de um professor da instituição, alunos de enfermagem e um enfermeiro da UBS.

Acesso ao serviço

Todas as unidades básicas de saúde do Distrito Federal oferecem, durante todo o ano, testes rápidos para detecção de Infecções Sexualmente Transmissíveis, tratamento e acompanhamento para pacientes com diagnóstico positivo. Além disso, o Núcleo de Testagem e Aconselhamento da Rodoviária do Plano Piloto também oferece a testagem.

A ação da UBS 4 de Planaltina é exclusiva para pacientes que residem na região de cobertura da unidade, que são os condomínios Estância Mestre D’Armas, Nova Planaltina, Residencial Sarandy, Recanto do Sossego, Chácara 7 Irmãos e Rural Shopping. Ao todo, a unidade possui oito equipes de Estratégia de Saúde da Família e atende a uma população estimada em 36 mil habitantes.

*Com informações da Secretaria de Saúde

Fonte: Governo DF

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Três cidades recebem melhorias na rede de energia nesta terça (21)
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA