CEARÁ

Novos conselheiros e conselheiras da Comissão Especial de Anistia são empossados

Publicados

em


No mês em que se comemoram os 17 anos de instalação da Comissão Especial de Anistia Wanda Rita Othon Sidou, no Ceará, a titular da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Socorro França, empossou, na manhã desta sexta-feira, 20/11, os 24 novos conselheiros e conselheiras do colegiado. Transmitida no YouTube, pelo canal da SPS Ceará, a posse reuniu os 12 titulares e 12 suplentes da Comissão, e a secretária-executiva de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Lia Gomes.

“O Ceará é o único estado que ainda reconhece a existência de presos políticos. Que discute o processo e indeniza, como reconhecimento simbólico, as pessoas torturadas, traumatizadas e mortas no período da ditadura militar”, declarou Socorro França.

“Espero que essa Comissão seja ativa, que remonte a nossa história, para que todos saibam o que ocorreu no passado e para que nunca mais trilhemos por esse caminho. A posse desta Comissão é um momento grandioso para o Ceará e para o Brasil”, acrescentou.

A nomeação dos novos conselheiros foi publicada, oficialmente, no Diário Oficial do Estado. “O trabalho desta comissão é muito importante à preservação da nossa história, e para que essa reparação seja feita aos que foram perseguidos por lutar pela democracia”, destacou a secretária-executiva Lia Gomes. “Nossa motivação é corrigir as injustiças praticadas contra todos os que foram perseguidos e mortos na ditadura”, frisou o presidente da Comissão de Anistia e representante da Associação dos Ex-Presos Políticos (AEP), Francisco Leunam Gomes.

Leia Também:  Comissão de Educação marca audiência sobre orçamento da educação e alimentação escolar

A Comissão Especial de Anistia Wanda Rita Othon Sidou, – denominação em homenagem à advogada de ex-presos políticos, no período do regime militar (1964-1985), tem caráter estadual. Segundo lei estadual, o prazo de solicitação de pedidos de indenização é indeterminado. “Além de reabrir o direito para que outros ex-presos e perseguidos políticos sejam indenizados pela violência sofrida na Ditadura Militar, a nova lei oficializou os trabalhos da Comissão de Anistia de preservação da memória, uma das principais tônicas de suas atividades”, explica o secretário-executivo do Colegiado, Célio Miranda.

Fonte: Governo CE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CEARÁ

Bombeiros recebem quatro novos postos de guarda-vidas na Praia do Futuro

Publicados

em


O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), em parceria com a Unimed Fortaleza, inaugurou na manhã desta quinta-feira (26), o primeiro lote dos novos postos de guarda-vidas na Praia do Futuro, na Área Integrada de Segurança 10 (AIS 10). Durante a solenidade, foram inaugurados quatro novos postos. No total, serão entregues 11 novos postos. A iniciativa faz parte de um acordo público-privado firmado entre o CBMCE e a Unimed Fortaleza, que prevê a revitalização e ampliação de postos guarda-vidas na orla de Fortaleza.

O acordo, firmado em outubro deste ano, possibilitou a chegada desses novos equipamentos para a segurança pública, tornando-se um diferencial na qualidade do serviço prestado ao cidadão atendido pelo Corpo de Bombeiros do Ceará. Outro resultado importante que surge como fruto da parceria é a chegada de novos equipamentos para o uso em ocorrências, como quadriciclos, motos aquáticas, kits de oxigenoterapia, radiocomunicação, além de viaturas 4×4.

O comandante geral do CBMCE, o coronel Luís Eduardo Soares de Holanda, comentou sobre a iniciativa. “O intuito dessa parceria é promover mais segurança e proteção aos banhistas que frequentam a Praia do Futuro. O grande vencedor de uma cooperação entre setores públicos e privados é a sociedade. A união entre as novas torres com os novos equipamentos colocará o Corpo de Bombeiros em uma função diferenciada. A Praia do Futuro é um cartão postal da nossa cidade, e essa região precisa ser resguardada. Com isso, o cearense e o turista que chega para nos visitar terão o melhor para se divertir com mais segurança e tranquilidade”, frisou o comandante geral.

Leia Também:  Oficina virtual discute alternativas do uso do fogo na agricultura

O diretor comercial da Unimed Fortaleza, João Borges, falou sobre a importância da união entre os setores. Ele destacou que projetos como esses interagem diretamente com a missão, com os valores e com o posicionamento da Unimed Fortaleza, cujo centro de todas as suas ações é o bem-estar das pessoas. “Fazemos questão de apoiar essas iniciativas e de estar ao lado de instituições de respeito e com um trabalho social irretocável, como é o Corpo de Bombeiros”, destaca o gestor.

A entrega foi celebrada também por quem trabalha na região. Fátima Queiroz, presidente da Associação dos Empresários da Praia do Futuro (AEPF), comentou que uma maior atenção era necessário pelo volume de pessoas que frequentam o local e pelas características do mar. “Apesar da presença diária dos bombeiros na Praia do Futuro, a gente percebia no dia a dia que precisava de maior efetividade dos equipamentos para essa segurança”, afirma. Na estimativa da Associação, cerca de 100 mil banhistas passam por semana pela orla da região na baixa estação e 200 mil na alta estação.

Inspiração de modernidade e estilo

Tendo como referência as torres de guarda-vidas das praias de Miami Beach, na Flórida, litoral sul dos Estados Unidos, os Postos de Guarda-Vidas (PGVs) da Praia do Futuro foram pensados de forma a dialogar com a paisagem urbana da orla de Fortaleza. Com um design arrojado e estética moderna, os postos terão uma estrutura em formato triangular, possibilitando uma fácil identificação visual por parte dos banhistas e frequentadores da praia e uma visão mais ampla por parte dos profissionais do Corpo de Bombeiros.

Leia Também:  Sefaz e Íris realizam oficina inovadora de educação fiscal

A estrutura vai permitir um melhor monitoramento para os salva-vidas que atuam em uma das praias mais frequentadas de Fortaleza. A estrutura oferece abrigo do sol, vento e chuva, dando uma melhor condição de trabalho e ajudando para uma resposta mais eficiente nos salvamentos. Um dos diferenciais dos novos postos é serem construídos com materiais sustentáveis, como a madeira e a telha ecológica, gerando baixo impacto ao meio ambiente.
Cronograma

A fase 1 do projeto contemplou a mobilização das equipes e abertura do canteiro de obra, bem como a montagem do primeiro lote de torres de guarda-vidas entregues nesta quinta-feira (26). As obras devem ser concluídas em 90 dias, com previsão de entrega do último posto no dia 3 de janeiro de 2021. Os prazos podem sofrer alterações devido a eventuais ajustes no projeto, bem como em decorrência da pandemia da Covid-19.

 

Fonte: Governo CE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA