CARROS E MOTOS

Maxiscooter Honda Forza 750 é apresentada oficialmente

Publicados

em


source
Honda Forza 750
Divulgação

Honda Forza 750


A Honda apresentou oficialmente nesta semana a maxiscooter Forza 750, modelo que estreia na linha 2021 para ser o maior da família, que conta também com modelos de 350 e 125 cilindradas.


A Honda Forza 750 tem peso em ordem de marcha de 235 kg e traz uma suspensão dianteira com garfo invertido na dianteira e sistema monoshock na traseira, ambos com curso de 120 mm. O motor é o mesmo bicilíndrico de 745 cc usado na Honda X-ADV disponível no mercado brasileiro, porém em uma variação de 58,6 cv preparada para atender às normais de emissões Euro V.

Equipado com um tanque de gasolina de 13,2 litros, a Forza 750 consegue obter médias de consumo de até 27,78 km/h e está equipada com um câmbio de seis marchas e dupla embreagem.


Na parte tecnológica, os destaques do modelo são o painel TFT que permite a conexão com o smartphone do piloto, além de um seletor de modos de condução com quatro opções de calibragem (Standard, Sport, Rain e User), sendo três acertos padrão e o último personalizável, permitindo alterar as respostas do acelerador, freios, e de intervenção do controle de tração.

Leia Também:  Confira 5 perguntas e respostas para dúvidas sobre combustíveis

Forza 350

Honda Forza 350
Divulgação

Honda Forza 350


Apresentada na Tailândia em julho, a Forza 350 começa a ser oferecida também no mercado europeu. Este modelo é o substituto da sccooter Forza 300, que foi mostrada no Brasil durante o Salão Duas Rodas do ano passado e chegou a ser confirmada para chegar este ano no mercado brasileiro.

Além do novo visual, o principal destaque mecânico do Forza 350 em relação ao antecessor é o motor de 350 cc, que desenvolve 29,2 cv. Ou 4,1 cv a mais que o bloco usado na antiga Honda Forza 300.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CARROS E MOTOS

FCA suspende Renegade PCD e cliente tem que pagar R$ 10 mil a mais

Publicados

em


source

Carro Esporte Clube

renegade
Thiago Ventura

FCA suspende vendas do Jeep Renegade PCD e cliente terá que pagar R$ 10 mil a mais no SUV

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) determinou a suspensão das vendas do modelo exclusivo Jeep Renegade PCD (pessoas com deficiência) em todo o Brasil a partir do próximo domingo, 1º de novembro. A informação, não divulgada para a imprensa, consta em um comunicado enviado nesta terça-feira (27) à rede de concessionários da marca.

Era o único veículo da marca dentro do limite de todas as isenções possíveis, ou seja, abaixo de R$ 70 mil. Com isso, o cliente interessado pode ter que pagar até R$ 10 mil mais caro para ter um SUV da marca.

Segundo o site Mundo do Automóvel para PcD, um dos que divulgaram a informação, a montadora não revelou à rede se a suspensão é definitiva ou temporária. O Jeep Renegade PCD 2021 tem preço de R$ 69.999, valor que pode cair para R$ 54.662 com todas as isenções possíveis. Segundo o comunicado, divulgado também pelo perfil Zeca ao Volante, os pedidos efetuados até 31 de outubro serão faturados.

Leia Também:  Kawaski ZX-25R, que pode vir ao Brasil, está prestes a ser apresentada

O modelo vem com motor 1.8 flex, câmbio automático de 6 velocidades, controle Eletrônico de Estabilidade e Tração, rodas em liga leve aro 16″ , freio de Estacionamento Eletrônico, assistente de partida e rampa e direção Elétrica. O ar condicionado é manual e o carro não conta com sistema de som de série.

Ver essa foto no Instagram

Em primeira mão, fim do Renegade Pcd com todos os descontos…

Uma publicação compartilhada por Zeca ao volante (@zeca_ao_volante) em 27 de Out, 2020 às 8:14 PDT

Sem a versão exclusiva PCD, a marca recomenda aos concessionários indicar a opção Jeep Renegade 1.8 STD , que é vendida ao público geral ao preço de R$ 73.505. O carro contará com isenção de IPI e a Jeep promoverá um desconto de 12%. Assim, o carro ficará com preço de R$ 64.684, ou seja mais de R$ 10 mil acima da finada versão. Além disso, nos estados em que o teto de Isenção de IPVA é de R$ 70 mil, o carro fica fora dos descontos.

Como argumento de venda, a Jeep instrui sua rede a informar que o carro terá mais itens como: rack no teto, tampão no porta malas, luzes de leitura traseira e alças de teto traseiras (sic). O consumidor PCD poderá ainda escolher mais cores, uma vez que versão PCD só oferece três. Outro ‘atrativo’ é informar ao cliente que vai pagar apenas R$ 106 a mais na prestação.

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FAMOSOS

DISTRITO FEDERAL

SEGURANÇA

MAIS LIDAS DA SEMANA