Bahia

Especialista mostra como fazer vídeos interativos para dinamizar aprendizagem no ensino híbrido

Publicados

em


A maratona de lives sobre recursos digitais para o uso no ensino híbrido, promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), foi encerrada nesta-sexta (12), com o tema voltado para as plataformas adaptativas e de personalização (Khan Academy) e os vídeos interativos para a sala de aula invertida (EDpuzzle).

Ao longo da semana, professores, gestores e coordenadores pedagógicos das escolas estaduais da rede tiveram a oportunidade de conhecer recursos digitais e estratégias para diversas áreas do conhecimento, com aulas diárias sob o comando do especialista em tecnologias digitais Leandro Holanda. Esta e as lives anteriores promovidas pela SEC podem ser conferidas no Youtube.

Leandro Holanda falou sobre o último dia da live. “Tratamos da análise dos dados que se coleta quando utilizamos esses recursos digitais, a partir do olhar no planejamento do professor com base em dados”, explicou.

O professor também fez um balanço sobre a atividade durante a semana. “Tivemos muitas visualizações, mais de 14 mil, foi muito legal. O interessante é que ficou tudo gravado e os educadores podem assistir quantas vezes precisarem. O meu balanço é que foi muito positivo o trabalho, levando em conta que muitos têm ainda dificuldades de acesso, mas, por outro lado, temos muitos já mostrando as suas práticas e demostrando o impacto que teve esta ação teve em suas vidas”, afirmou.

Leia Também:  Mostra on-line de filmes da América Latina e Caribe

A analista de Educação do Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CEIB), Larissa Santa Rosa, que teve uma participação na live, destacou o conceito de escola conectada. “É a escola que possui uma visão estratégica e planejada para a incorporação da inovação e da tecnologia em seu currículo e nas práticas pedagógicas, com equipe capacitada para uso de tecnologia, que utiliza recursos educacionais digitais selecionados e que dispõe de equipamentos e conectividade adequados. E, a partir de agora, uma escola conectada deverá ser capaz de ofertar ensino híbrido, utilizando a tecnologia para ampliar o tempo, o espaço e ritmo das experiências de aprendizagem dos estudantes”, disse.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Fonte: Governo BA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bahia

Obras de Botelho e de Itaparica estão em fase de conclusão

Publicados

em


O andamento das obras do terminal náutico de Botelho, na Ilha de Maré, e da Marina de Itaparica foi inspecionado pelo secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco, nesta quinta-feira (25), durante visita técnica, com equipes da Setur e da empresa Belov Engenharia, responsável pelas intervenções.

Em Botelho, com investimentos em torno de R$ 3 milhões, estão sendo realizadas obras de urbanização, pavimentação e requalificação do atracadouro. As intervenções, que já estão 75% concluídas, fazem parte do escopo de obras do Prodetur Nacional Bahia, executadas por meio da Secretaria do Turismo do Estado (Setur), com financiamento do Banco Interamericano, que ainda contempla mais 12 projetos no entorno da Baía de Todos-os-Santos.

Fausto Franco também foi à Marina de Itaparica e visitou o equipamento, que recebe investimentos em torno de R$ 11 milhões. O projeto contempla 36 vagas secas, 126 vagas molhadas e um posto de combustível, além de lojas e espaço para vendas de alimentos e bebidas.

Durante a visita, o titular da Setur também declarou que as obras resultarão em um turismo náutico qualificado, “sobretudo porque, além das intervenções na infraestrutura, o Prodetur tem um programa social muito importante, que qualifica os empreendedores e trabalhadores do turismo do entorno da Baía de Todos-os-Santos”.

Leia Também:  Procon-BA orienta pais e responsáveis para momento da matrícula nas escolas

Franco acrescenta ainda que cerca de 90% da mão de obra é contratada nos municípios onde estão sendo realizadas as intervenções, a exemplo de Itaparica. O prefeito Zezinho, que acompanhou a visita de Franco, ressaltou a importância das obras para o município, “pois Itaparica já tem uma vocação natural para o esporte náutico, e este equipamento vai resultar em geração de emprego e renda para nós. Vamos ter um circuito náutico Itaparica/Salinas/Cacha Pregos, em todo este entorno da contracosta, sem falar nos veleiros que vão atracar aqui. Ou seja, a marina vai dar um novo dinamismo à economia do município”.

Fonte: Ascom/Setur

Fonte: Governo BA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA