Bahia

Boletim epidemiológico registra 67 óbitos por Covid-19

Publicados

em


Há seis meses não se registrava 67 óbitos ou mais em um boletim epidemiológico sobre a Covid-19. Nesta sexta-feira (12), apesar dos óbitos terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados hoje. Esse é maior número de mortes desde 25 de agosto de 2020, quando foram registrados 70 óbitos. O número desta sexta (12) demonstra uma tendência de aumento do número de mortes em virtude do crescimento de casos graves, o que tem ampliado a taxa de ocupação nas UTIs. Neste cenário, o Governo da Bahia abriu 20 novos leitos de UTI hoje, em um esforço para reduzir a pressão na rede assistencial da Região Metropolitana de Salvador (RMS).

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

Leia Também:  CDA investe em tecnologia e moderniza prestação dos serviços de regularização fundiária

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 10.610 representando uma letalidade de 1,70%. Dentre os óbitos, 56,60% ocorreram no sexo masculino e 43,40% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,18% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,92%, preta com 14,62%, amarela com 0,60%, indígena com 0,14% e não há informação em 9,54% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,69%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,23%).

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.636 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,6%) e 3.102 recuperados (+0,5%). Dos 623.678 casos confirmados desde o início da pandemia, 598.416 já são considerados recuperados e 14.652 encontram-se ativos.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Leia Também:  Bahia ganha primeiro Observatório de Ciência, Tecnologia e Inovação

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 1.000.512 casos descartados e 145.870 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (12). Na Bahia, 41.104 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Com 366.446 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) até às 15 horas desta sexta-feira (12), a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel.

Fonte: Ascom/Sesab

Fonte: Governo BA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bahia

Obras de Botelho e de Itaparica estão em fase de conclusão

Publicados

em


O andamento das obras do terminal náutico de Botelho, na Ilha de Maré, e da Marina de Itaparica foi inspecionado pelo secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco, nesta quinta-feira (25), durante visita técnica, com equipes da Setur e da empresa Belov Engenharia, responsável pelas intervenções.

Em Botelho, com investimentos em torno de R$ 3 milhões, estão sendo realizadas obras de urbanização, pavimentação e requalificação do atracadouro. As intervenções, que já estão 75% concluídas, fazem parte do escopo de obras do Prodetur Nacional Bahia, executadas por meio da Secretaria do Turismo do Estado (Setur), com financiamento do Banco Interamericano, que ainda contempla mais 12 projetos no entorno da Baía de Todos-os-Santos.

Fausto Franco também foi à Marina de Itaparica e visitou o equipamento, que recebe investimentos em torno de R$ 11 milhões. O projeto contempla 36 vagas secas, 126 vagas molhadas e um posto de combustível, além de lojas e espaço para vendas de alimentos e bebidas.

Durante a visita, o titular da Setur também declarou que as obras resultarão em um turismo náutico qualificado, “sobretudo porque, além das intervenções na infraestrutura, o Prodetur tem um programa social muito importante, que qualifica os empreendedores e trabalhadores do turismo do entorno da Baía de Todos-os-Santos”.

Leia Também:  Na ultima semana Mato Grosso do Sul confirmou 839 casos de Covid- 19 por dia

Franco acrescenta ainda que cerca de 90% da mão de obra é contratada nos municípios onde estão sendo realizadas as intervenções, a exemplo de Itaparica. O prefeito Zezinho, que acompanhou a visita de Franco, ressaltou a importância das obras para o município, “pois Itaparica já tem uma vocação natural para o esporte náutico, e este equipamento vai resultar em geração de emprego e renda para nós. Vamos ter um circuito náutico Itaparica/Salinas/Cacha Pregos, em todo este entorno da contracosta, sem falar nos veleiros que vão atracar aqui. Ou seja, a marina vai dar um novo dinamismo à economia do município”.

Fonte: Ascom/Setur

Fonte: Governo BA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA