Amazonas

HPS João Lúcio terá entrada diferente para Covid e Não Covid

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) readequou o fluxo de atendimento no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio Machado, zona leste, com portas de entrada diferentes para pacientes com Covid-19 e para os que procuram a unidade por outras causas – traumas por acidente, ferimentos por arma branca e arma de fogo, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e demais atendimentos que não estejam relacionados à Covid-19.

A porta 1, na entrada da frente do hospital, será destinada a pacientes que não apresentam sintomas de Covid-19, como urgências clínicas e cirúrgicas, acidentes, ferimentos, traumas, entre outras situações. Já a porta 2, acessada pela parte posterior da unidade, onde já funciona a entrada da urgência e emergência, será exclusiva para pacientes com Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAGs), incluindo a Covid-19.

O acesso aos visitantes acontecerá pela entrada da frente na Porta 3. Já os servidores e prestadores de serviços da unidade passam a entrar pela Porta 4, também na parte da frente do hospital.

A mudança no atendimento considerou o fato de o hospital ser a porta de entrada para atendimento de neurotraumas em todo o Amazonas e ainda receber um grande número de pacientes de outras causas.  A intenção é segregar o atendimento para que pacientes e servidores da ala Covid-19 não cruzem com os da ala não Covid-19.

Leia Também:  Estudo brasileiro vai testar antivirais em pacientes com Covid-19

 Referência para cirurgias – Segundo o secretário de Controle Interno da SES-AM, Sílvio Romano, o HPS João Lúcio está preparado para dar suporte à rede de urgência e emergência. Com isso, passa a concentrar as cirurgias de urgência dos hospitais 28 de Agosto e Platão Araújo, que estão centralizando o atendimento a pacientes com a Covid-19.

“A reorganização é necessária para atender melhor tanto os pacientes que já estão na unidade quanto aqueles casos urgentes, mas que não se encaixam no quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave. O objetivo é melhorar a assistência e o serviço interno e segregar o atendimento dos pacientes com Covid-19 dos demais”.

 Saiba como vai funcionar o novo fluxo no HPS João Lucio

Porta 1 – Acesso de Pacientes Não Covid-19: ao entrar no portão principal, virar à esquerda para acessar a Porta 1, na parte da frente do hospital.

Porta 2 – Acesso de Pacientes Covid-19 e Síndrome Respiratória: ao entrar no portão principal do HPS João Lucio, seguir em frente até a entrada dos fundos da unidade, onde já funciona a entrada da urgência e emergência.

Leia Também:  Governo do Estado repassa obras do ProsaiMaués ao município

 Porta 3 – Acesso a Visitantes: ao entrar no portão principal, virar à esquerda para acessar a Porta 3, na parte da frente do hospital.

Porta 4 – Acesso de Servidores e Prestadores de Serviços:  ao entrar no portão principal,  virar à esquerda para acessar a Porta 4, na parte da frente do hospital.

Fonte: Governo AM

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Amazonas

Polícia Militar detém grupo armado ligado a facções criminosas no bairro Jorge Teixeira

Publicados

em


A Polícia Militar, por meio das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), deteve, na manhã de quarta-feira (20/01), um grupo armado formado por seis homens, sendo um de 18, quatro de 21 e um de 26 anos, todos ligados a facções criminosas que atuam no bairro Jorge Teixeira, na zona leste da capital.

Conforme as informações repassadas pelas equipes em serviço, por volta de 10h, várias denúncias foram repassadas via WhatsApp Rocam (99280-7574) dando conta de que vários elementos estariam aterrorizando e efetuando disparos de arma de fogo, levando medo e tensão a moradores de uma comunidade de invasão localizada no Jorge Teixeira. A denúncia detalhou ainda que um deles teria participação em vários homicídios ocorridos na capital.

Os militares das viaturas 8691 e 8151, juntamente com as outras equipes de serviço, dirigiram-se ao local. No momento em que avistaram as viaturas, vários indivíduos fugiram para dentro de uma casa na comunidade. O efetivo policial realizou cerco e localizou todos os envolvidos, que foram abordados e revistados. Após busca pessoal e revista no local, foram encontradas com o grupo várias armas de fogo e porções de substâncias possivelmente entorpecentes.

Leia Também:  Testagens nas UBSs são para pessoas com sintomas de Covid-19

Entre os materiais apreendidos estavam seis armas de fogo, sendo uma pistola calibre .380, marca Taurus, PT 138, n° KUA15464; uma pistola calibre .380, marca Taurus, PT 938, n° 10832; un revólver calibre .38, marca Taurus, de numeração suprimida; um revólver calibre .38, marca Rossi, n° 906290; un revólver calibre .38, marca Taurus, de numeração suprimida; e um revólver calibre .38, marca Taurus, de numeração suprimida.

Também foram apreendidas 23 munições calibre .38 intactas; 13 munições calibre .380 intactas; e oito munições calibre .40 intactas; além de oito porções de substância possivelmente oxi; nove porções de substância possivelmente maconha tipo skunk; e duas porções de substância com aspecto de cocaína.

Em face do flagrante, todo o grupo detido e, juntamente com o material apreendido, conduzido para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), para a conclusão dos procedimentos legais apropriados.

Fonte: Governo AM

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA