Amazonas

Com novos leitos e transferências de pacientes, Amazonas reduz fila de remoções e taxa de ocupação

Publicados

em


O número de pessoas aguardando remoção de um leito de menor complexidade para um de maior complexidade no Amazonas reduziu em 57,81%, nos últimos 18 dias. Na manhã deste domingo (14/02), o Sistema de Transferência de Emergência Regulada (Sister) registrava 278 chamados em espera, sendo 214 de pacientes com Covid-19. Dezoito dias atrás, eram 659 pessoas aguardando uma remoção.

No intervalo de uma semana a fila diminuiu em 44%, na comparação com o dia 7 deste mês, quando 497 pacientes aguardavam por remoção no estado. Das 278 solicitações, 140 foram dos municípios do interior do estado e 138 da capital.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), a redução está relacionada à aceleração das transferências de pacientes do interior para a capital, desafogando a ocupação de leitos no interior. No sábado, 13 pacientes com Covid-19, procedentes de Parintins, desembarcaram em Manaus para continuar o tratamento no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, uma das unidades de referência da rede de saúde.

Leia Também:  Senado aprova registro racial e social de pacientes com covid-19

Somente nas últimas 24 horas, o Governo do Amazonas realizou a remoção de 77 pacientes de unidades do interior para a capital e entre os hospitais da capital, dos quais 73 foram pacientes com Covid-19. Outras sete remoções autorizadas estavam em andamento na manhã deste domingo. De acordo com o Sister, 125 solicitações de transferência receberam a classificação de prioridade ‘alta’, seguido por 92 ‘muita alta’, além de 58 chamados como ‘média’ e três ‘muito baixa’.

Oferta de leitos – A oferta de leitos e acolhimento para outros municípios afetados pela doença é resultado do trabalho de contingência do Governo do Amazonas. Os avanços na estabilização do suprimento de oxigênio, nas unidades de saúde, possibilitaram a abertura de leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além da redução da taxa de ocupação na rede de saúde.

A taxa de ocupação, que em janeiro chegou a 160%, atualmente está em 82% para leitos clínicos e em 92% para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O governo aumentou a oferta de leitos na rede pública de saúde, exclusivos para o novo coronavírus. Hoje, a rede conta com 1.357 leitos e deve chegar a 1.675 leitos, 400 de UTI e 1.275 clínicos, para tratamento da doença.

Leia Também:  UEA inicia colação de grau antecipada dos alunos dos cursos da saúde

Remoções interestaduais – Somando-se a esses esforços, o governo do Amazonas, em parceria com o Ministério da Saúde, já transferiu 542 pacientes com Covid-19 para outros estados da federação até sexta-feira (12/02).

Fonte: Governo AM

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Amazonas

FVS informa a aplicação 278.345 doses de vacina contra Covid-19 até esta sexta-feira (26/02)

Publicados

em


A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) divulga o consolidado diário de vacinação contra Covid-19 no Amazonas. Dados parciais do Programa Nacional de Imunização, da FVS-AM (PNI/FVS-AM), apontam que 278.345 doses foram aplicadas em todo o estado até esta sexta-feira (26/02), sendo 236.502 de primeira dose e 41.843 de segunda dose. A informação está disponível no site da FVS-AM por meio do link  https://bit.ly/3aTsndS.

O Plano Operacional da Campanha de Vacinação contra Covid-19 no Amazonas, desenvolvido pela FVS-AM, com base nas orientações do Ministério da Saúde (MS), prevê que, até esta fase da vacinação, sejam contempladas pessoas que estejam nos seguintes grupos prioritários: povos indígenas vivendo em terras indígenas; trabalhadores de saúde; pessoas de 80 anos ou mais; pessoas de 75 a 79 anos; pessoas de 70 a 74 anos; pessoas com 65 a 69 anos; pessoas com 60 a 64 anos; pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas e pessoas com institucionalizadas com deficiência.

As informações consolidadas pela FVSAM são de responsabilidade das secretarias municipais de saúde, responsáveis pela operacionalização da imunização contra Covid-19 em suas cidades. Neste balanço, sete cidades não enviaram a informação, são elas: Beruri, Itamarati, Japurá, Juruá, Santo Antônio do Içá, Tabatinga e Tonantins.

Doses aplicadas por município – Conforme dados gerenciados pela FVS-AM, e informados pelas secretarias municipais de saúde de cada cidade do Amazonas, até esta sexta-feira (26/02), foram aplicadas as seguintes quantidade de doses considerando a 1ª e 2ª dose por município do estado: Manaus (128.000); Benjamin Constant (10.914); Tabatinga (10.519); São Gabriel da Cachoeira (9.768); São Paulo de Olivença (8.040); Autazes (7.819); Santo Antônio do Içá (6.161); Itacoatiara (5.836); Borba (5.369); Parintins (4.966); Tefé (4.245); Manacapuru (4.130); Lábrea (3.865); Barreirinha (3.716); Santa Isabel do Rio Negro (3.105); Manicoré (3.097); Maués (2.993); Coari (2.971); Humaitá (2.931); Atalaia do Norte (2.854); Amaturá (2.749); Jutaí (2.388); Eirunepé (2.034); Iranduba (1.824); Boca do Acre (1.814); Careiro (1.802); Envira (1.677); Nhamundá (1.675); Rio Preto da Eva (1.641); Careiro da Várzea (1.629); Alvarães (1.549); Barcelos (1.445); Nova Olinda do Norte (1.418); Tonantins (1.409); Presidente Figueiredo (1.361); Carauari (1.177); Tapauá (1.147); Fonte Boa (1.127); Urucará (1.109); Pauini (1.031); Maraã (991); Urucurituba (916); Novo Aripuanã (895); Anamã (770); São Sebastião do Uatumã (757); Itamarati (755); Beruri (755); Manaquiri (754); Boa Vista do Ramos (733); Uarini (727); Canutama (707); Silves (704); Ipixuna (657); Novo Airão (650); Japurá (614); Codajás (604); Anori (593); Guajará (563); Apuí (556); Caapiranga (498); Itapiranga (464) e Juruá (377).

Leia Também:  Cegás reduz tarifas de gás canalizado

Doses aplicadas por grupo prioritário geral – Indígenas- 58.234 de 1ª dose e 20.136 de 2ª dose; trabalhadores da saúde – 80.313 de 1ª dose e 20.078 de 2ª dose; pessoas com mais de 80 anos – 30.751 de 1ª dose e 566 de 2ª dose; pessoas de 75 a 79 anos – 26.958 de 1ª dose e 412 de 2ª dose; pessoas de 70 a 74 anos – 38.443 de 1ª dose e 323 de 2ª dose; pessoas de 65 a 69 anos – 914 de 1ª dose e 84 de 2ª dose; pessoas de 60 a 64 anos – 658 de 1ª dose e 86 de 2ª dose; pessoas institucionalizadas com 60 anos ou mais – 189 de 1ª dose e 158 de 2ª dose e pessoas institucionalizadas com deficiência – 42 de 1ª dose.

Distribuição –Até o momento o Amazonas recebeu 675.620 doses de vacina contra a Covid-19. Destas, 639.620 doses entregues e 34.784 doses a serem entregues. Mais informações acesse https://bit.ly/3owHiPU.

Referência – A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas, que inclui a prevenção a doenças por meio da imunização coordenada, no Amazonas, pelo Programa Nacional de Imunização (PNI/FVS-AM). A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os números para contato são (92) 3182-8550 e 3182-8551. O contato telefônico do PNI/FVS-AM são 92-2129-2500 e 2129-2502.

Leia Também:  Entrega presencial dos cartões confirma importância social do Auxílio Estadual
Fonte: Governo AM

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA