Amapá

Saiba como realizar de forma online a chamada escolar 2021

Publicados

em


Teve início nesta segunda-feira, 4, chamada escolar para o ano letivo de 2021 na rede estadual e municipal de Macapá e Santana. O chamamento será realizado até o dia 5 de fevereiro pela internet.

A Chamada Escolar acontece por meio da parceria entre a Secretaria de Estado da Educação (Seed) e as secretarias municipais de Educação de Macapá e Santana. Nesse primeiro dia de chamada, mais de 10,6 mil estudantes foram inscritos.

De acordo com o coordenador de educação básica e profissional da Seed, Ryan Muller, nesta primeira etapa, o procedimento tem finalidade de mensurar a demanda escolar para as redes municipais e estadual de ensino em 2021.

“É como se fosse um censo, mas interno, para sabermos onde estará a maior procura e, assim, ampliarmos ou reduzirmos o número de vagas disponíveis. De acordo com a demanda, vamos ajustamos a rede”, explicou Ryan.

A segunda etapa é a pré-matrícula, que possui edital próprio, e é também onde os pais poderão escolher a escola onde seus filhos irão estudar, explica o coordenador. As primeiras escolas a serem selecionadas são as de gestão compartilhada com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar, além de duas escolas que ficam localizadas no conjunto habitacional Macapaba.

“Colocamos as escolas de gestão compartilhada para serem as primeiras a terem suas vagas preenchidas, porque, uma vez que aquele aluno que não conseguir vaga nessas escolas, poderá optar pelas demais unidades. No caso do Macapaba, que não é de gestão compartilhada, a intenção é fazer com que as famílias que residem no habitacional é que fiquem com as vagas”, complementou.

Leia Também:  TJDFT incentiva uso de aplicativo de mensagens para realizar intimações durante a pandemia

Chamada on-line

Este ano, a Seed trabalha para que todo o processo seja feito de forma on-line, evitando, assim, que haja aglomerações nas unidades escolares em decorrência do momento de pandemia causada pela Covid-19. Isso significa que não será preciso os pais ou responsáveis irem até as escolas levarem documentação.

Quem pode fazer a chamada?

Todos os pais que desejam colocar seus filhos nas seguintes séries: 1º período da Educação Infantil, 1º e 6º ano do Ensino Fundamental, 1ª série do Ensino Médio, 1ª e 3ª Etapas do Ensino Fundamental na modalidade da Educação de Jovens e Adultos e 1ª Etapa do Ensino Médio na modalidade da Educação de Jovens e Adultos.

E os interessados em estudar nas escolas estaduais e municipais localizadas na zona rural dos municípios onde não haja acesso à internet, terão que preencher um formulário impresso presencial nas unidades escolares mais próximas. As informações declaradas no formulário serão inseridas na plataforma SigEduc pela secretaria escolar onde o documento foi preenchido.

Como fazer?

A chamada será realizada em duas etapas, via internet para estudantes interessados em estudar nas escolas públicas da região urbana e rural que tenham acesso à internet para o preenchimento do formulário online, disponível através do endereço www.escolapublica.ap.gov.br

Leia Também:  Governo forma primeira turma de médicos da Universidade Estadual de MS

Documentos necessários

Para o preenchimento dos formulários, seja online ou presencial, serão obrigatórios os documentos e dados dos estudantes como: Certidão de Nascimento, CPF, Carteira do SUS e, quando maior de idade, e-mail e dos responsáveis a documentação exigida é RG, CPF, Comprovante de Residência e o e-mail.

Suporte aos pais que não possuem acesso à internet

Para os pais que não conseguirem realizar a chamada escolar on-line, a Seed está disponibilizando escolas-polos, em Macapá e Santana, com acesso à internet.

Conforme a lista abaixo:

Macapá

  1. Escola Estadual Raimunda dos Passos – Bairro: Novo Horizonte
  2. Escola Estadual Raimunda Virgolino – Bairro: Pedrinhas
  3. Escola Estadual José Firmo – Bairro: Trem
  4. Colégio Amapaense – Bairro: Centro
  5. Escola Estadual Maria Carmelita do Carmo – Bairro: Beirol
  6. Escola Estadual Esther Virgolino – Bairro: São Lázaro
  7. Escola Estadual Jesus de Nazaré – Bairro: Jesus de Nazaré
  8. Escola Estadual Marly Maria – Conjunto Habitacional Macapaba
  9. Escola Estadual Jacinta Carvalho – Distrito da Fazendinha
  10. Escola Estadual Maria Carmelita – Bairro: Buritizal

Santana:

  1. Escola Estadual Augusto Antunes – Bairro Nova Brasília
  2. Escola Estadual Elizabeth Esteves – Bairro Hospitalidade
  3. Escola Estadual Alberto Santos Dumont – Bairro: Elesbão
  4. Polo Municipal – Universidade Aberta do Brasil (UAB) – Bairro:Nova Brasília
Fonte: Governo AP

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Amapá

Governo do Estado fecha 2020 com 18 obras concluídas

Publicados

em


Entre os meses de janeiro e dezembro de 2020, um ano atípico por conta da pandemia de covid-19, o Governo do Estado concluiu 18 obras, algumas já entregues à população e outras que deverão ser inauguradas em 2021. Os serviços somaram investimento de mais de R$ 20 milhões, levando aos cidadãos aparelhos sociais que contemplam as áreas da saúde, segurança pública, educação e mobilidade.

Creches

Na área da Educação foram 11 obras concluídas. O Governo construiu a Creche Eliana Azevedo, localizada no Conjunto Habitacional Macapaba, na zona norte de Macapá. Com capacidade para atender 376 crianças com idade entre 1 e 5 anos.  A creche foi construída com recurso próprio do governo estadual de aproximadamente R$ 3,6 milhões investidos.

As creches Tia Raimunda, localizada no bairro Renascer, e Tio Markel, no Novo Horizonte, entregues no mês de dezembro, passaram por reforma com recursos do projeto Calha Norte e contrapartida do Estado. Ambas vão atender crianças na faixa de 3 a 5 anos.

Escolas

Em Macapá, o prédio da escola estadual Tiradentes foi ampliado e adaptado para implantar a educação de Tempo Integral. O governo investiu mais de R$ 4 milhões na reforma de banheiros, refeitório, escovódromo, laboratórios, novas salas de aula, biblioteca, vestiários, cozinha industrial, sistema de esgotamento sanitário e rede elétrica.

A escola Tiradentes tem 16 salas de aula e capacidade para atender até 560 alunos. Atualmente, são 375 estudantes matriculados no Ensino Médio, em período integral, que serão beneficiados diretamente com os novos espaços.

A escola estadual de Tempo Integral Maria do Carmo Viana dos Anjos, no bairro Jardim Felicidade, também teve as obras de ampliação e adaptação concluídas em 2020. As novas instalações estão prontas para o retorno das aulas presenciais ao final da pandemia. Uma obra de mais de R$ 1 milhão.

“É gratificante receber esse espaço lindo, só nós estudantes sabíamos a falta que fazia um local desse pro nosso conforto, pra nossa aprendizagem”, disse Keuriane Silva, 17 anos, aluna da escola estadual do Novo Saber Professora Elizabeth Picanço Esteves.

Em Santana, segundo maior município do Amapá, as escolas estaduais Augusto Antunes e Elizabeth Picanço Esteves também passaram por reforma e adaptação para receber os alunos em dois turnos. Os espaços foram inaugurados no mês de outubro com nova estrutura.

Na comunidade Quilombola Porto do Céu, área rural de Macapá, o Governo construiu a escola de ensino médio e fundamental Professor Francisco David Miranda. Um investimento de aproximadamente R$ 4 milhões.

Leia Também:  Procon autua companhia aérea por aumento abusivo do preço de passagens

Além da região metropolitana, houve ainda obras em outros cidades amapaenses, como a conclusão das obras da escola Pedro Maciel Filho, localizada na Vila do Cujubim, município de Pracuúba. A estrutura conta com uma tecnologia inovadora; telhas termoacústicas, ideais para construções em área rural, onde o calor é intenso e a proliferação de bichos no forro é muito comum.

Foram entregues também duas escolas no município de Tartarugalzinho construídas com recursos do Estado. Na sede da cidade, o governo realizou a entrega da reforma da Escola Municipal Raimunda Lobato dos Santos, que teve um investimento na ordem de R$ 296,9 mil, sendo R$ 294 mil do Governo Estadual e R$ 2,9 mil de contrapartida do município.

Na comunidade de Itaubal, o governo inaugurou a Escola Municipal Itaubal que teve um investimento total de R$ 516 mil, sendo R$ 511 mil do tesouro estadual e R$ 5 mil da Prefeitura de Tartarugalzinho.

Infraestrutura

O Governo ainda destinou mais de R$ 2 milhões em recurso federal para a construção de passarelas em concreto e madeira em áreas de ressaca no município de Santana.

Ainda em Santana, no Elesbão, obras de mobilidade também mudaram a realidade da população, com as passarelas Manoel Cesário, Pantanal e Júlio Carvalho construídas com estruturas em concreto, fruto de emenda federal em 2020, e totalizando um investimento de mais de R$ 1 milhão.

Segurança Pública

O governador Waldez Góes, o presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre, e a bancada federal amapaense entregaram no segundo semestre de 2020 dois importantes aparelhos de segurança pública.

Um foi o novo prédio da Delegacia da Infância e Juventude de Santana (DIJ/STN), com um investimento, somente para construção do prédio, de R$ 510.200,90. Já no residencial Macapaba, na zona norte de Macapá, foi entregue a Unidade de Policiamento Comunitário (UPC), no valor de R$ 1.069.858,38.

Estas obras fazem parte do pacote de investimentos na segurança pública do Amapá – Estado Forte, Povo Seguro – que conta com R$ R$ 210 milhões para 22 obras.

O prédio da Associação dos Portadores de Câncer do Amapá (Camap) recebeu obras de adaptação para funcionamento da Casa Semiliberdade Masculina da Zona Norte de Macapá.

Veja mais:

‘Paz e tranquilidade’, diz moradora do Macapaba durante inauguração da UPC

Leia Também:  Planetários de todo o país terão exibição online terça-feira

Governo do Amapá entrega nova Delegacia da Infância e Juventude em Santana

Saúde

Em 2020, a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf), pasta responsável pelas obras, esteve à frente de importantes execuções na área da saúde.

A Maternidade Bem Nascer, na zona norte da capital, está prevista para ser entregue no primeiro semestre de 2021. O espaço, que funcionou como Centro Covid, passa por obras complementares para ser inaugurado. A estrutura tem capacidade para realizar 620 partos por mês, entre normais e cesáreas. Com leitos para 36 internações de cuidados neonatais, 108 observações, 1.200 atendimentos de urgência e emergência, sem contar com os testes do pezinho, orelhinha e coração.

O Hospital da Criança e Adolescente e Hospital Estadual de Santana já têm verbas destinadas para obras de reforma geral e ampliação em 2021. As obras somam aproximadamente R$ 50 milhões em recursos do tesouro estadual e tiveram as ordens de serviço assinadas pelo governador Waldez Góes, no dia 31 de dezembro. Parte do recurso será aplicado ainda na estrutura do Complexo Regulador em Saúde, que vai melhorar o acesso às políticas o setor.

Outra obra que será executada em 2021 é a construção da Unidade Básica de Saúde do município de Serra do Navio. O serviço está orçado em quase R$ 400 mil e irá garantir mais qualidade de vida e assistência aos moradores da região noroeste do estado.

A Seinf também já deu início ao processo para execução de outras grandes obras em este ano. Algumas delas já iniciaram, como é o caso do Hospital de Porto Grande e outras que devem iniciar em breve. Entre as principais está a reforma e ampliação do Hospital de Emergência, com abertura de 118 novos leitos.

Outras obras

– Recuperação Parcial do Alambrado do Estádio Milton de Souza Correa, o Estádio Zerão, no valor de R$ 86.049,45.

– Construção do Pedestal para a instalação da Imagem de São José na Orla de Macapá, no valor de R$ 56.055,44.

– Reforma da Quadra Poliesportiva da Escola Estadual Edgar Lino em Macapá, no valor de R$ 268.092,05.

– Serviços complementares na Fábrica de Bloquetes no município de Calçoene, no valor de R$ 298.366,60.

Fonte: Governo AP

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA