Amapá

Poliomielite: Amapá é o único estado a atingir meta de vacinação no país

Publicados

em


No total, entre os dezesseis municípios amapaenses, foram aplicadas 55.782 doses da vacina. Nem todos os municípios atingiram sua meta, em compensação, vários outros como Serra do Navio e Calçoene, atingiram a sua totalidade.

A poliomielite, popularmente conhecida como paralisia infantil, é uma doença viral, sem cura, onde a principal medida de combate é a prevenção através da vacina. Poucas décadas atrás, antes de o Brasil ter a vacinação para a sua população, especialmente as crianças, a infecção atingiu sua fase aguda e atingiu milhares de crianças brasileiras.

O resultado alcançado pelo Amapá é importante, pois em tempos de questionamentos acerca da eficácia das vacinas, o Amapá, conseguiu atingir a meta estipulada pelo Ministério da Saúde.

“Este e o resultado de um trabalho, de um esforço somado da imunização estadual, da SVS, com os municípios, as prefeituras. Juntos conseguimos atingir a cobertura. É isso que buscamos fazer para todas as vacinas”, declarou Andréa Marvão, coordenadora da unidade de imunobiológicos estadual.

A vacina pode ser encontrada nos postos de saúde de todos os 16 municípios do Amapá.

Leia Também:  Estado e governo federal definem avanços do plano de ação para diminuir impactos do apagão
Fonte: Governo AP

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Amapá

Estudante amapaense apresenta projeto sobre evasão escolar em sessão on-line do Parlamento Jovem Brasileiro

Publicados

em


A estudante do 3º ano da Escola Estadual Profª Esther Virgolino, Juliane Pimentel, de 18 anos, apresentará o seu projeto de lei sobre evasão escolar em sessão on-line do programa Parlamento Jovem Brasileiro 2020. A sessão está marcada para o próximo dia 27, às 17h, no perfil do programa na rede social Instagram. Segue o link: https://www.instagram.com/parlamentojovembrasileiro/.

Em setembro, na final da etapa estadual, Juliane conseguiu a única vaga que o Amapá possui para estar entre os jovens que estão tendo a experiencia vivida por deputados federais. O projeto da amapaense também será trabalhado pela Secretaria de Estado da Educação (Seed) em toda a rede de ensino.

De acordo com a própria estudante, levantar o debate sobre a evasão escolar é combater essa realidade vivida dentro das escolas, além de lutar para que a educação seja oportunizada a todos.

“A evasão escolar é um problema seríssimo na educação. Eu presenciei isso várias vezes nas escolas por onde passei, e decidi trabalhar meu projeto em cima disso. Tenho muita fé na capacidade da educação em mudar a realidade das pessoas. Os estudos são minha maior esperança para um futuro promissor e eu desejo que todos tenham o mesmo acesso de forma mais facilitada”, comentou Juliane.

Leia Também:  Governo intensifica cirurgias ortopédicas no HE e reduz lista de espera

Segundo Juliane, utilizar a oportunidade que o programa PJB oferece significa dar voz aos estudantes para que relatem a realidade do ambiente escolar e apresentem soluções concretas.

“Eu espero mostrar como é importante que nós jovens usemos a nossa voz porque somos nós que vivenciamos de perto realidades como essa que pautei no meu projeto. É necessário termos um histórico ativo de atividades para iniciar uma ação, um projeto, para que, a partir do momento que iniciarmos algo, nos tornarmos protagonistas e fazer a diferença”, completou.

Fonte: Governo AP

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA