Amapá

Boletim Informativo COVID-19: Amapá, 20 de novembro de 2020

Publicados

em


O Governo do Amapá atualiza nesta sexta-feira, 20, o boletim informativo sobre a situação do novo coronavírus no estado. Agora, são 56.085 casos confirmados e 1.809 em análise laboratorial. Os testes também descartaram 39.982 casos suspeitos.

Novos casos

O boletim de agora traz 200 novos casos confirmados, sendo 82 em Santana, 74 em Macapá, 18 em Mazagão, 8 em Oiapoque, 8 em Ferreira Gomes, 6 em Porto Grande e 4 em Vitória do Jari.

Óbitos

Também há o registro de dois óbitos no município de Macapá. As vítimas são uma mulher de 39 anos, com diabetes e obesidade, falecida em 10 de junho; e um homem de 88 anos, sem comorbidades declaradas, falecido em 19 de novembro. Os óbitos estavam sob investigação epidemiológica.

Assim, o Amapá chega a 787 mortes em 15 municípios. (Macapá 556/ Santana 89/ Laranjal do Jari 46/ Mazagão 8/ Oiapoque 26/ Pedra Branca do Amapari 5/ Porto Grande 16/ Serra do Navio 4/ Vitória do Jari 13/ Tartarugalzinho 4/ Amapá 4/ Ferreira Gomes 3/ Cutias do Araguari 2/ Calçoene 5/ Pracuúba 6).

Leia Também:  Principal líder indígena do país, cacique Raoni está com Covid-19

Recuperados

Entre os recuperados, estão 46.049 pessoas. (Macapá 18.728/ Santana 5.849/ Laranjal do Jari 4.807/ Mazagão 1.404/ Oiapoque 2.925/ Pedra Branca 2.804/ Porto Grande 1.180/ Serra do Navio 689/ Vitória do Jari 2.586/ Itaubal 289/ Tartarugalzinho 1.361/ Amapá 688/ Ferreira Gomes 607/ Cutias do Araguari 612/ Calçoene 1.175/ Pracuúba 345).

Dos 56.085 casos confirmados:

  • Macapá: 22.043
  • Santana: 11.229
  • Laranjal do Jari: 4.947
  • Mazagão: 1.642
  • Oiapoque: 3.024
  • Pedra Branca: 2.833
  • Porto Grande: 1.289
  • Serra do Navio: 703
  • Vitória do Jari: 2.982
  • Itaubal: 321
  • Tartarugalzinho: 1.428
  • Amapá: 816
  • Ferreira Gomes: 621
  • Cutias do Araguari: 620
  • Calçoene: 1.236
  • Pracuúba: 351

Já em relação aos casos suspeitos, os municípios declaram 5.300, sendo:

  • Macapá: 3.770
  • Santana: 951
  • Laranjal do Jari: 0
  • Mazagão: 56
  • Oiapoque: 37
  • Pedra Branca do Amapari: 2
  • Porto Grande: 188
  • Serra do Navio: 25
  • Vitória do Jari: 0
  • Itaubal: 8
  • Tartarugalzinho: 178
  • Amapá: 1
  • Ferreira Gomes: 5
  • Cutias do Araguari: 3
  • Calçoene: 71
  • Pracuúba: 5

Internações

O número de pessoas com covid-19 em isolamento hospitalar nas redes pública e privada é de 249 pacientes, sendo 150 casos confirmados e 99 suspeitos.

Leia Também:  Encerrada sessão ordinária híbrida desta quarta-feira, 4 de novembro

Entre os casos confirmados, 129 estão no sistema público (47 em leito de UTI /82 em leito clínico) e 21 estão na rede particular (21 em leito de UTI /0 em leito clínico).

Já entre os casos suspeitos, 7 estão no sistema público (0 em leito de UTI /7 em leito clínico), e 92 estão na rede particular (8 em leito de UTI /84 em leito clínico).

Com isso, o percentual de ocupação dos leitos voltados para o atendimento da covid-19 no Amapá é de 74,56%.

Em isolamento familiar: 9.099

Todos estes dados são do Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL/AP) e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), que auxiliam o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COESP) – dispositivo criado pelo Governo do Amapá para gerenciar a crise de COVID-19 no estado.

Fonte: Governo AP

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Amapá

Kit Merenda em Casa: Sétima etapa soma R$ 47 milhões investidos no auxílio ao estudante da rede estadual

Publicados

em


O Governo do Amapá iniciou, nesta segunda-feira, 23, a sétima etapa de distribuição do Kit Merenda em Casa – uma cesta de 11 alimentos que fazem parte da merenda escolar – que atende todos os mais de 120 mil alunos da rede pública estadual, como forma a continuar mantendo a alimentação escolar mesmo durante a suspensão das aulas.

Para esta etapa o investimento do Governo do Estado é de R$ 7,2 milhões na aquisição dos alimentos. Contabilizando todas as entregas já realizadas até agora, o total investido de recurso proveniente do Tesouro Estadual é superior a R$ 47 milhões.

Para a dona de casa Rosilene Furtado, de 40 anos, mãe de onze filhos, três deles estudantes da escola estadual Rivanda Nazaré, localizada na zona norte de Macapá, os alimentos os têm ajudado nesse momento difícil que o estado passa.

“Para mim foi uma surpresa, porque não esperávamos que acontecesse essa entrega aos estudantes, mas, graças a Deus e ao governo, recebemos. Não temos muitas condições e tem ficado difícil conseguir trabalho. Então, com esses alimentos, mesmo com toda essa adversidade, conseguimos ter algo para comer e para sobreviver”, disse Rosilene.

Leia Também:  Governo lança portal de transparência sobre medidas adotadas para o fornecimento de energia no Amapá

Nesta etapa, o programa beneficia mais de 1.497 alunos na escola estadual Rivanda Nazaré. Com filas controladas e obedecendo todas as normas de higiene e distanciamento entre as pessoas, os pais se identificam e, em seguida, recebem o kit.

“É um kit que vem em boa hora, diante das dificuldades que o povo está enfrentando. Os pais têm comparecido para retirar o kit e saem daqui com aquele sorriso no rosto em saber que garantiram os alimentos de seus filhos“, pontuou a diretora da escola, Carla Cavalcante.

A sétima etapa do programa está distribuindo 979 toneladas de alimentos, que compõe os 120 mil kits de alimentos. A distribuição acontece nas escolas e seguem medidas de prevenção ao coronavírus. Clique aqui e confira o cronograma de entrega por unidade escolar.

“Mais uma vez estamos mostrando nosso compromisso com as famílias dos nossos estudantes, garantindo a alimentação. Parabenizo o trabalho das escolas para a distribuição dos kits, mantendo a atenção e cuidado com todos os envolvidos nessa ação”, disse a secretária de Estado da Educação, Goreth Sousa.

Apoio do protagonismo estudantil

Leia Também:  Paraná negocia com a Rússia para produzir vacina contra a Covid-19

Além do esforço das escolas na organização e atendimento aos pais e responsáveis dos estudantes, a entrega do Kit Merenda em Casa ganhou o reforço da gerência de Protagonismo Estudantil (GPE). De acordo com Oberdan Alves, gerente da GPE, além do trabalho dos jovens já realizado dentro das escolas, a iniciativa agora inclui a participação na entrega do kit como apoio e engajamento social.

“Estamos com monitores do Amapá Jovem atuando no atendimento ao público, com a ideia de engajamento social nessa iniciativa do Estado. Então, como muitas escolas estão com o quadro reduzido devido a pandemia, tomamos a decisão de inserir os jovens nesse atendimento”, concluiu Alves.

Qual composição do Kit Merenda em Casa?

Cada kit é formado por 11 itens, que garantem uma alimentação nutritiva para o aluno. Em cada pacote constam produtos como arroz (2kg), feijão (1kg), óleo de soja (900ml), açúcar (1kg), macarrão (500g), leite em pó (400g), bolacha salgada (400g), biscoito doce (400g), flocos de milho (500g), sardinha (4 latas de 125g cada) e farinha de tapioca (500g).

Fonte: Governo AP

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

MAIS LIDAS DA SEMANA